São declarações que estão já dando muito o que falar em Portugal e que vão ser igualmente polêmicas no Reino Unido. O ex-ministro da Administração Interna de Portugal admitiu hoje ao jornal britânico Daily Star que o casal McCaan só não foi acusado criminalmente pelo desaparecimento de sua filha Maddie por compaixão da Justiça daquele país.

Foi em 2007 que Maddie McCann desapareceu da Praia da Luz, na região do Algarve. Depois das primeiras investigações, a polícia descobriu que naquela noite trágica, Maddie e os seus irmãos tinham sido deixados sozinhos em casa enquanto os pais e alguns amigos se divertiam em um bar próximo do apartamento onde a família estava hospedada.

Publicidade
Publicidade

O antigo Ministro da Administração Interna falou ao jornal britânico Daily Mail e fez algumas declarações sobre esse caso. Segundo Rui Pereira, Gerry e Kate McCaan não foram acusados pela #Justiça portuguesa por uma questão de compaixão e tudo porque as autoridades do país acreditavam que os hábitos do casal eram culturalmente diferentes, e justificavam terem deixado os seus filhos sozinhos durante a noite. “No início, existia uma extraordinária e ridícula teoria que o casal tinha hábitos peculiares e que, por terem essa cultura específica, era natural irem jantar e beber”, disse Rui Pereira.

De recordar que, na época, os filhos do casal McCaan tinham apenas dois anos, no caso dos gêmeos e três anos no caso de Maddie, a criança que continua desaparecida até aos dias de hoje.

Rui Pereira fez ainda mais alguns comentários ao jornal britânico e foi muito crítico para com os policiais que fizeram a investigação.

Publicidade

O ex-ministro considerou um erro enorme a polícia não ter considerado Kate e Gerry como culpados pelo crime de abandono dos seus filhos naquela noite.

Um amigo de Kate e Gerry também falou ao jornal britânico e desmentiu algumas das declarações de Rui Pereira. Na opinião dele, o casal sabia que poderia ser acusado de negligência e foi sempre incansável na procura da verdade sobre o desaparecimento da sua filha Madeleine.

E você o que acha? Será que as autoridades portuguesas foram em demasia brandas para com o casal McCaan? Escreva a sua opinião nos comentários! #Europa #Casos de polícia