Ana Rodrigues saiu à noite com o namorado para se divertir nos muitos espaços noturnos portugueses mais visitados e frequentados pelos turistas portuguesas, mas a noite acabou em tragédia. Tal como informa o jornal “Correio da Manhã”, um desentendimento às portas de vários locais noturnos da cidade de Faro, a sul de Portugal, fez com que Ana Rodrigues fosse brutalmente espancada, não se sabendo ao certo o que teria acontecido com o seu namorado. A verdade é que a jovem ainda chegou a casa e foi para a sua cama, mas no dia seguinte acabou por morrer poucas horas depois de acordar.

Em uma altura em que o verão em Portugal está chegando, cada vez mais os donos dos estabelecimentos noturnos investem no planejamento de festas e ocasiões especiais para conseguirem o maior lucro possível, principalmente com a chegada de muitos turistas, um pouco por todo o mundo, mas a noite em Portugal parece também ser cada vez mais perigosa, se somando casos crescentes de violência nos últimos ano, sobretudo entre os mais jovens.

Publicidade
Publicidade

Foi precisamente durante um desses casos de violência que Ana Rodrigues, que apenas tinha saído de sua casa para beber algo e se divertir com o seu namorado, teria tido um desentendimento com um grupo de pessoas, se envolvendo em confrontos muito violentos que fizeram com que a jovem portuguesa acabasse sendo agredida barbaramente. Ontem, dia 23, Ana Rodrigues acordou muito mal disposta, tendo primeiro vomitado e depois desmaiado.

Ao que tudo indica, a portuguesa não teve qualquer tipo de auxílio médico antes de se deitar na madrugada de sexta para sábado, tendo apenas avisado a sua mãe e o seu filho que tinha sido espancada durante a sua saída. As autoridades portugueses estão agora investigando os autores das agressões de Ana Rodrigues, tentando perceber o que motivou um espancamento tão violento.

Publicidade

Nos próximos dias, vai ainda ser realizado a autópsia ao corpo da jovem, tentando as autoridades assim descobrirem ao certo que tipo de ferimentos causaram a morte de Ana. #Europa #Investigação Criminal