O designer gráfico Ricky Ma, de Hong Kong, realizou, aos 42 anos de idade, um sonho que acalentava desde sua infância, construindo um robô a partir do zero, em sua própria casa. Trabalhando durante um ano e meio em seu projeto, gastou mais de 50 mil dólares, e batizou sua criação com o nome de Mark 1.

Ricky Ma confessa que se baseou nas feições de uma estrela de Hollywood, mas prefere não dizer seu nome. Porém, nem é necessário, pois o humanóide tem o rosto muito parecido com o da atriz Scarlett Johansson, que interpreta a agente Natasha Romanoff, ou Viúva Negra, na série de filmes “The Avengers” (Os Vingadores).

Funcionamento

Para a construção do humanóide, Ma teve que aprender várias ciências diferentes, que eram completamente novas para ele, tais como mecânica e eletrônica, pois o robô executa movimentos de braços e pernas, além de curvar a cabeça.

Publicidade
Publicidade

O designer, porém, deu atenção especial ao rosto da sua criação, que é capaz de reproduzir expressões faciais detalhadas. Além disso, responde a uma série de comandos verbais programados, quando falados em um microfone.  Por exemplo, quando se diz ao microfone “Mark 1, você é linda”, o robô sorri e diz “obrigada”.

Além de possuir pele de silicone, o esqueleto do humanóide foi criado através de um processo de impressão 3D, que envolve e protege as peças mecânicas e eletrônicas. De fato, cerca de 70% de todo o corpo foi criado usando esta tecnologia.

Dificuldades

O sr. Ma declarou: "Quando comecei a construí-lo, percebi que envolveria dinâmica, eletromecânica e programação. Nunca estudei programação, como eu poderia codificar? Adicionalmente, eu precisava construir modelos 3D para todas as peças no interior do robô.

Publicidade

Além disso, eu tinha que ter certeza que a pele externa do robô e suas partes internas poderiam caber juntas. Quando você olha tudo junto, foi realmente difícil".

O designer gráfico relatou que todo o processo de construção foi uma “viagem solitária”, pois não conhecia ninguém que morasse próximo a ele que soubesse algo sobre robótica. Afirmou também que poucas pessoas compreenderam a sua ambição. “Durante o processo, um monte de gente dizia coisas como: ‘Você é estúpido? Vai gastar um monte de dinheiro. Você ao menos sabe como fazer isso?’ É realmente difícil”, comentou.

Assista a um vídeo mostrando o funcionamento do robô:

#Curiosidades #Desenvolvimento Tecnológico