A comunidade imigrante portuguesa tem mais um motivo para ficar de luto, depois das autoridades luxemburguesas terem confirmado a morte de mais um jovem português. Tal como informa o jornal “I”, depois de, na quarta-feira passada, dia 6, Diogo Fernandes, imigrante português de 22 anos, ter sido encontrado pelas autoridades sem vida em seu próprio carro, a sua família, na voz da sua irmã, garantiu que o desfecho macabro não foi motivado por qualquer tipo de crime, como se suspeitou antes da autópsia, mas sim por uma morte súbita que apanhou todo o mundo de surpresa.

Depois de um acidente que matou doze imigrantes portugueses e de um casal ter espancado até à morte um bebê, tudo na França, agora foi a vez da comunidade imigrante de Portugal sofrer com mais uma tragédia, que parece não abrandar à medida que as semanas vão passando.

Publicidade
Publicidade

Dessa vez, e tal como informa o jornal “I”, foi um jovem português que morreu de uma forma trágica nas ruas de Luxemburgo, um dos países com mais imigrantes portugueses e que também tem uma enorme comunidade brasileira. Contudo, e ao contrário do que se previa, dessa vez essa tragédia não teve qualquer tipo de ação criminosa, se tratando apenas de uma morte súbita pouco comum em pessoas da idade de Diogo Fernandes, que foi encontrado depois de ter sido dado como desaparecido.

Após a autópsia, a família rapidamente informou a imprensa local que a morte foi natural e que por isso mesmo não havia razões para qualquer tipo de alarme. Nas redes sociais, os portugueses que têm acompanhado de perto todas as tragédias das últimas semanas desejam que rapidamente todas esses acontecimentos acabem para que, de uma vez por todas, possam conseguir ter algum tipo de tranquilidade para continuarem com o seu trabalho, bem longe do seu país de origem e um pouco por todo o mundo.

Publicidade

O funeral está agendado para se realizar no próximo dia 13, em Esch-sur-Alzett, onde se aguarda que, tal como aconteceu com o acidente que matou doze portugueses, muitas pessoas compareçam e acompanhem o funeral em honra a Diogo Fernandes. #Ataque #Investigação Criminal #Emigração