A polícia portuguesa está procurando por uma família inglesa, que teria desaparecido no Algarve, em Portugal. Aaron Rodwell reportou o desaparecimento da mulher, Christine Davies, e de suas duas filhas, Lily, de 18 meses, e Ruby, de três meses. Desaparecidas desde o dia 4 de abril, o marido admitiu na noite desta quinta-feira que não duvida que a mulher tenha ido embora por vontade própria, mas teme que alguma coisa possa ter acontecido com ela e as bebês. 

Para a polícia, parece certo que Christine não saiu do país com as meninas. No entanto, a mulher não teria contatado ninguém de sua família, ainda, fazendo crescer mais ainda esse mistério.

Publicidade
Publicidade

Alegadamente, algo estaria mal entre o casal e ela teria aproveitado uma saída do marido, para fugir com as meninas. 

Em uma matéria para o jornal The Sun, Aaron acabou admitindo que o casal estava passando por um mau momento. A mulher teria um novo trabalho, que ele considerava "mau pago" e que ela não precisava fazer isso, uma vez que não estavam precisando de dinheiro. Apesar disso, Christine estava trabalhando em um bar, há mais de um mês, o que poderia ter precipitado um mau ambiente entre o casal. 

Apesar de terem suas brigas, Aaron contou que ela não precisava sair assim de casa e só queria saber se ela e as meninas estão bem. O homem de 29 anos alertou as autoridades há mais de uma semana e está colando panfletos por todo o lado, pedindo para que Christine contate a polícia. Aaron contou mesmo que teme que a companheira possa fazer alguma coisa com as meninas.

Publicidade

"Eu sei que ela ama muito as bebês, mas nesse estado emocional não sei o que ela será capaz de fazer", revelou o inglês para o The Sun. 

Por causa das crianças, a polícia portuguesa está investigando esse caso, temendo pela segurança das meninas. Christine teria feito as malas correndo, e teria sido um homem que as foi pegar, pouco depois de Aaron ter saído de casa, de acordo com o depoimento de um vizinho. O casal de Liverpool, na Inglaterra, estava vivendo no Algarve e segundo informações da embaixada britânica, Christine e as bebês ainda não regressaram para a Inglaterra. 

A polícia vai continuar investigando esse caso.  #Europa #Casos de polícia