Há muito se fala sobre a segurança e os cuidados necessários para navegar na #Internet. Além dos golpes praticados em compras online, cartões de crédito e roubo de dados pessoais, outros perigos rondam aqueles que acreditam navegar em "águas calmas"

A internet usada pela maioria é uma pequena parte chamada de "Surface Web", a maioria dos usuários, não tem acesso e não sabem como acessar a chamada internet profunda e/ou web invisível, conhecida como "Depp Web".

Nas profundezas da internet, são negociadas drogas, armas, sobrevivem as redes de pedofilia, acontecem negociações entre terroristas, tráfico de órgãos, seres humanos, entre outros crimes hediondos.

Publicidade
Publicidade

Enfermeira encontrou a morte na internet

Segundo noticiou o jornal Extra, a enfermeira americana Ingrid Lyne, de 40 anos, mãe de três meninas, foi vista na última sexta-feira (8). De acordo com amigos e familiares, Ingrid saiu com um homem que ela conheceu através da internet, para ir assistir um jogo de beisebol e desde então desapareceu.

O ex-marido de Ingrid, relatou seu desaparecimento para a polícia, na manhã de sábado (9), quando ela não apareceu para buscar as três filhas, como haviam combinado, que aconteceria na manhã do dia seguinte ao jogo.

Uma vizinha de Lyne, afirmou para a polícia que o celular e a bolsa da mulher desaparecida estava na dentro da sua residência, no sábado de manhã.

Investigação criminal

A polícia de Seatle, nos Estados Unidos, afirma que o homem que estava com Ingrid, já foi reconhecido, o homem que ela conheceu pela internet, seria John Robert Charlton, de 37 anos, foi capturado e preso nesta segunda-feira (11).

Publicidade

Os investigadores encontraram o carro de Lyne, e estão tentando entender como aconteceu o assassinato.

Ingrid foi esquartejada e partes de seu corpo colocados em lixeiras

Partes do corpo de Ingrid, foram encontrados em lixeiras em frente uma casa de Seatle, embora a polícia ainda aguarde a perícia criminal para reconhecimento oficial do corpo, os agentes não tem mais dúvidas de que se trata da mulher que desapareceu. A polícia acredita, ela foi morta e esquartejada ainda na sexta-feira a noite. #Investigação Criminal #Casos de polícia