Um #Terremoto de magnitude 7,8 na escala Richter atingiu o Equador na noite do último sábado. A catástrofe foi considerada a pior enfrentada pelo país desde 1979. Nesta segunda feira o governo equatoriano informou que o número de mortos passa dos 450, e como foi divulgado há algumas horas depois do desastre, o número subiu para 480 mortos.

Equipes de resgate e equipe do Corpo de Bombeiros ainda estão em busca de sobreviventes nas áreas onde ocorreram desmoronamento de casas e prédios, são aproximadamente 13 pessoas que ajudam na busca de sobreviventes. Estão sendo usadas escavadeiras e tratores para a remoção dos escombros de imóveis que foram destruídos com a forçaa dos tremores.

Publicidade
Publicidade

Rafael Corrêa, presidente do Equador, destacou o desastre como o pior dos últimos 67 anos, sendo assim, a pior tragédia enfrentada pelos equatorianos. Muitas pessoas ainda estão na busca incansável de seus familiares que estão desaparecidos desde a noite do terremoto, com a esperança de encontrá-los ainda com vida após três dias do terremoto.

Dois dias após o terremoto foi encontrado um equatoriano que estava soterrado no local onde ficava o prédio onde o mesmo trabalhava como administrador. Pablo Córdoba Cañizares estava debaixo dos escombros do próprio hotel que ele administrava.

O presidente do Equador, Rafael Corrêa, visitou a cidade de Pedernales nesta segunda feira, dia 18, e disse que lamenta muito pelo cenário lamentável de destruição e que pode demorar anos para ser reconstruído, e a obra para a restauração pode custar bilhões de dólares do bolso do governo equatoriano.

Publicidade

Países vizinhos estão ajudando com fundos para a reconstrução das áreas destruídas. Colômbia, Peru, Venezuela e até mesmo a Espanha disponibilizarão cerca de 450 milhões em fundos adiantados para a obra.

O Corpo de Bombeiros fez uma investigação aos prédios e casas que desabaram, e 90% das mesmas apresentavam má construção, podendo assim ser um fator chave para o desmoronamento mediante o terremoto. Tais análises devem demorar algum tempo para serem divulgadas. #Hospital