Um imigrante português foi violentamente assassinado na frente dos seus filhos, na própria casa, por quatro assaltantes na Venezuela. Como foi publicado pelo jornal local “El Tiempo”, o português tinha acabado de sair da sua casa com os seus filhos para levá-los para a escola, mas foi abordado por quatro criminosos, que obrigaram o imigrante e os filhos a entrarem novamente em casa. Depois de ter agredido um dos seus filhos e empurrado a filha, o português tentou usar a sua arma, mas foi baleado seis vezes, tendo depois caído na banheira.

Em uma altura em que o #Crime na Venezuela está preocupando cada vez mais comunidades imigrantes, sobretudo as brasileiras, mais um crime envolvendo um estrangeiro aumenta o receio das pessoas em ir trabalhar em um país que tem imensas oportunidades.

Publicidade
Publicidade

Dessa vez, um assalto violento, que acabou em tragédia, está abalando a comunidade portuguesa que quer que os responsáveis pelo assassinato sejam rapidamente capturados.

Segundo informa o site “Notícias ao Minuto”, foi quando o imigrante saiu de casa com os seus filhos que o assalto se iniciou. Quatro homens provocaram o pânico apenas por um motivo chocante: roubar tudo o que tivesse valor dentro da casa do português, que acabou sendo apenas alguns eletrodomésticos. Depois de ter assistido a dois dos seus filhos serem agredidos pelos criminosos, o comerciante português tentou parar os criminosos com a sua arma, mas essa ação acabou por fazer com que levasse com seis tiros, que acertaram no peito, no braço e na perna esquerda da vítima, tal como indica a autópsia já realizada.

O imigrante português foi encontrado deitado na sua banheira já morto e as autoridades venezuelanas estão investigando agora a identidade dos quatro criminosos em fuga, que são naturalmente considerados muito perigosos.

Publicidade

Com uma morte tão bárbara e violenta na frente dos filhos, nas redes sociais, a comunidade imigrante portuguesa que trabalha na Venezuela pede  que as autoridades locais façam algo urgentemente contra o aumento dos crimes e dos assassinatos às pessoas que vão para o país trabalhar, sendo que esses casos estão aumentando cada vez mais no país sul-americano. #Investigação Criminal #Emigração