Apesar da utilidade incontestável das redes sociais, principalmente do Facebook, há um perigo assíduo nelas. Perfis falsos estão sendo criados para ludibriar internautas. Golpistas virtuais ou scammers se valem de muito bate papo e psicologia para arrancar dinheiro de seus "amigos virtuais". 

A máfia nigeriana é mais conhecida entre os internautas. Segundo o blog Alerta na Rede, os scammers conseguem roubar cerca de 200 milhões de dólares de suas vítimas através de estelionato e falsidade ideológica. O cotidiano de um golpista virtual se resume em criar um perfil falso, usando fotografias ou imagens alheias para, em seguida, atrair, convencer, seduzir e enganar os incautos usuários das redes sociais.

Publicidade
Publicidade

O alvo são pessoas maduras e bem resolvidas. 

O Internet #Crime Complaint Center, seção do FBI especializada no assunto, classifica esses crimes como golpe do romance ou de fraude da confiança. Segundo o FBI, os golpistas virtuais "caçam" pessoas mais vulneráveis. O FBI Report diz que o scam já contabilizou cerca de 86 milhões de dólares apenas num período no ano passado.

Há de se fazer um esforço conjunto para deter esses malfeitores virtuais. O Facebook, há pouco tempo, anunciou que irá colocar uma ferramenta capaz de avisar o usuário quando uma página é falsa. Trata-se de uma iniciativa que irá alertar o usuário quanto à possibilidade de uma aproximação com um scam.

No outro lado do problema, segundo Clara Lins, responsável pelas postagens do blog Alerta na Rede, estão homens e mulheres que são sistematicamente usados por golpistas virtuais.

Publicidade

Há maioria nem sequer desconfia que seus rostos estão a serviço dos estelionatários virtuais. E, pior, Clara conta que é quase impossível saber a verdadeira identidade dessas pessoas que aparecem nos perfis, já que os scammers usam nomes igualmente falsos.

Entretanto há como se prevenir, Todos os sites e páginas especializadas, incluindo o próprio FBI, avisam para não enviar dinheiro algum para estranhos sob quaisquer circunstâncias. Fazer amizades online é ótimo, mas é necessário muita cautela.