Ao longo dos últimos anos na distante Rússia, comentava-se na internet que, quando os cosmonautas soviéticos se lançavam em voos ao espaço, iam sempre, por incrível que possa parecer, armados nas viagens. Por outro lado, o que se supunha ser uma mera lenda, de fato, foi revelado há pouco tempo atrás, que de lenda não tinha nada, ou seja, os astronautas iam de fato muito bem armados ao espaço. 

Sergei Ryazansky pode falar com muita propriedade sobre o tema, pois é mais um dos muitos cosmonautas russos e acabou dando uma #entrevista a um conhecido portal de notícias daquele país, afirmando que levava consigo o que pode ser chamado de machete ou uma espécie de pistola cósmica em formato de lâmina

Enfim, a arma possuía 3 canos e era uma arma bastante singular, onde haviam 1 cano liso e dois estriados.

Publicidade
Publicidade

Deve ser explicado que a pistola cósmica não era destinada originalmente para nenhum selenita ou algum tipo de ET, mas a ideia era para que quando os cosmonautas aterrissassem retornando de algum ponto remoto e inóspito da Terra, que fosse habitado por animais selvagens, seria mais do que necessário que eles se protegessem. 

O machete ou lâmina da arma poderia funcionar até mesmo como um facão na selva ou como um machado nos locais com densas árvores, mas as autoridades do país, posteriormente, aboliram o uso da pistola cósmica pelos cosmonautas. 

O mesmo portal da Rússia, Lenta.ru, acabou revelando mais minúcias sobre a arma, que nada mais era do que uma pistola de caça, que não era nem semi-automática, com 3 canos TP-82, que os cosmonautas tinham perto de si unicamente com o intuito de se safar de animais perigosos e bandidos.

Publicidade

O objeto poderia servir também para caçar e emitir feixes ou sinais luminosos indicando a locação da tripulação. 

Um fato curioso foi descrito no livro “Foguetes e Pessoas” do autor e cientista da antiga URSS – União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, Boris Chertok, o qual disse que, no ano de 1965, a cápsula de pouso levando os cosmonautas Pavel Belyaev e Aleksei Leonov, aterrissou em uma região totalmente isolada nas montanhas conhecidas como Urais do Norte, levando alguns dias para que os bombeiros chegassem ao local por causa das florestas quase impenetráveis e muita neve no local. 

A equipe de resgate ficou preocupada, uma vez que viu, a partir do helicóptero, enormes russos chegando cada vez mais perto da fogueira que os russos tinham feito para se esquentar. Justamente por exemplos como esse que, entre os anos de 1982 a 2006, os cosmonautas soviéticos e russos portavam a pistola cósmica TP-82. Hoje em dia, a utilização de tecnologias de ponta em navegação aeroespacial desabilita que os astronautas usem armas a bordo. #Curiosidades #Coalizão russa