Uma empresa na China construiu um projeto inovador de um ônibus elevado que não vai parar em engarrafamentos. Ele funcionará por meio de um sistema de trilhos que vai permitir que ele passe acima dos automóveis.

O ônibus foi apresentado em Pequim, onde os visitantes puderam ter uma prévia do ônibus chinês. Um grande espaço que fica situado por baixo do corpo do ônibus permite que os carros trafeguem normalmente - caso exista engarrafamentos, o ônibus avançará sobre eles. Com isso, o trânsito fluiria normalmente, tanto para os veículos comuns, no caso os carros, tanto para os ônibus elevados.

Segundo informações, o primeiro vai começar a ser construído no fim deste ano, na cidade de Qinhuangdao (província nordeste de Hebei).

Publicidade
Publicidade

O tempo para a instalação de todo o aparato necessário para o funcionamento perfeito é de um ano. Segundo a agência de notícias "Xinhua", o ônibus seria composto por quatro vagões ligados com o comprimento total entre 58 e 62 metros. 

A China

É o maior país da Ásia Oriental e o mais populoso do mundo, com mais de 1,36 bilhão de habitantes, quase um quinto da população da Terra. Países como a China são revolucionários em tecnologia.

De acordo com a Organização Mundial do Turismo, será o mais visitado do mundo até 2020.

A principal força da China está no setor de negócios. O país tem uma longa tradição cultural. Isso é visto nas pinturas, na religião e nas diversas outras tradições que o país desenvolveu ao passar dos tempos. Com os Jogos Olímpicos de 2008, o país ganhou uma bela infraestrutura, o que privilegia também os turistas.

Publicidade

No centro de. Pequim está localizado um ponto turístico bem interessante, a Cidade Proibida, conhecida também como Palácio Imperial.

Outra cidade que os turistas não podem deixar de visitar é Xangai, conhecida como "paraíso das compras".

No Portão Meridian, o visitante se depara com 800 construções em uma área de mais de 700 mil metros quadrados - uma das sete maravilhas do mundo. Essa grandiosa construção pode ser vista do espaço. #Curiosidades #Desenvolvimento Tecnológico