Em Portugal, um novo escândalo chegou às redes sociais. A revista Nova Gente divulgou, hoje (20), uma notícia que já se está tornando viral nas redes sociais. A revista, conhecida por ser uma das publicações mais sensacionalistas do país, publicou um vídeo onde se podem ver funcionários de uma das seções do DIAP (Departamento de Investigação e Ação Penal) se divertindo no local de trabalho. As imagens foram mal recebidas por muitos portugueses e já estão provocando uma onda de indignação no Twitter e no Facebook.

Segundo a Nova Gente, foi uma funcionária do DIAP, que se localiza no Campus de #Justiça, na capital Lisboa, que publicou no Facebook um vídeo em que ela aparece, com outras colegas, improvisando um dança no varão.

Publicidade
Publicidade

Até aqui não haveria qualquer problema, no entanto, toda aquela cena, com pouco mais de 1 minuto, foi gravada em seu local de trabalho. No vídeo, que a Nova Gente partilhou com os seus leitores, além da dança, é possível perceber e ouvir vários comentários deselegantes, como por exemplo: “não tenho cá notas de cinco”, em uma referência à dança que as funcionárias estavam simulando em frente a um cabideiro de pé.

Novas regras proíbem partilha de imagens...E não só…

No dia 21 de abril de 2016, foi publicado um despacho relativo a novas regras da Ordem dos Oficiais de Justiça. A partir dessa data, todos os Oficiais ficaram proibidos de partilhar qualquer imagem do local de trabalho nas redes sociais, além disso, ficaram também impedidos de realizar qualquer #Comportamento desajustado à imagem da sua classe.

Publicidade

As regras são claras e dizem mesmo que os funcionários devem ser tão discretos quanto possível durante o desempenho do seu trabalho.

Sócrates e advogados chocados

Na capa da Nova Gente existe também uma chamada de atenção para a reação do ex-Primeiro Ministro, José Sócrates. Segundo a capa da revista, os advogados do antigo líder do Governo português, que está sendo investigado pelo DIAP, dizem que: “Não queremos acreditar que isto possa ser verdade”.

Nas próximas horas, são esperados novos desenvolvimentos sobre esta notícia que, ao que tudo indica, ainda vai fazer correr muita tinta em Portugal.

O que você acha sobre essa história? Acha que os Oficiais de Justiça foram longe demais? Escreva a sua opinião nos comentários! #Europa