Há pouco mais de dois anos, 219 garotas foram raptadas pelo grupo #Boko Haram em um só sequestro, deixando o mundo inteiro chocado. A estudante Amina Ali Darsha Nkeki, de 19 anos, foi a primeira delas a ser encontrada. O comunicado do resgate da jovem foi anunciado pelo exército nigeriano. Amina foi resgatada por soldados nigerianos quando caminhava pela floresta de Sambisa, nesta terça (18), na cidade de Chibok, na Nigéria. De acordo com autoridades, uma investigação preliminar aponta que ela fazia parte das estudantes que foram raptadas de uma escola em Chibok, no ano de 2014.

A floresta que fica próximo à fronteira com a República dos Camarões, é um dos últimos abrigos do grupo islâmico.

Publicidade
Publicidade

Após ser encontrada e identificada pelos vigilantes da floresta, a garota, que se estava visivelmente abalada com um bebê de quatro meses no colo, foi levada ao seu povoado de Mbalala, onde encontrou sua mãe. Seu pai morreu enquanto ela estava em cativeiro.

Amina foi encaminhada a um acampamento militar, localizado em Damboa, onde recebeu ajuda de um psicólogo e cuidados médicos. Um homem identificado como Mohammed Hayatu foi preso. Ele é suspeito de ser um dos integrantes do grupo islâmico, de acordo com Mohammed, Amina é sua esposa.

De acordo com ativistas da Campanha BringBackOurGirls (Traga de Volta Nossas Meninas), a vítima confirmou que há ainda, na floresta, outras garotas, mas que estas estariam sob forte guarda. Desde que houve o sequestro, não havia notícias sobre as meninas raptadas, até que, em abril deste ano, extremistas do grupo Boko Haram enviaram um vídeo ao governo nigeriano como prova de vida.

Publicidade

O sequestro

Um colégio só para meninas, a Escola Secundária de Chibok, foi bombardeada e atacada pelo grupo extremista Boko Haram no dia 14 de abril de 2014. No ataque, 276 estudantes foram capturadas, destas, dezenas conseguiram escapar durantes os primeiros minutos. Desde então, nada havia sido dito sobre as 219 que continuavam em poder do grupo.

Nos últimos sete anos, não existem dados que confirmem o número de milhares de meninos e meninas que foram sequestrados. O que se sabe é que cerca de 20 mil pessoas já foram mortas durante este conflito. Milhares foram libertados pelo governo nigeriano durante este ano. #Estado Islâmico #Ataque Terrorista