As autoridades britânicas não têm dúvidas do perigo iminente que a Europa enfrenta de um novo ataque terrorista e, por isso mesmo, elaborou uma pequena lista sobre quais são potencialmente os locais mais perigosos para passar as férias, no coração da Europa. Tal como garante o jornal inglês “Daily Express”, Turquia, Bélgica, França, Alemanha, Rússia e Espanha são os países mais arriscados para se passar férias, sobretudo por causa das intenções já demonstradas pelo #Estado Islâmico em querer atacar esses locais. Com milhões de imigrantes brasileiros vivendo nesses locais, muitos deles estão em risco iminente, por estarem em locais que podem sofrer um novo ataque na Europa.

Publicidade
Publicidade

Em menos de um ano, Bélgica e França foram violentamente atacadas, no coração das suas capitais, por vários membros do Estado Islâmico, contudo o maior grupo terrorista do mundo já prometeu mais. Com a Eurocopa a menos de um mês de se iniciar, com partidas por toda a França, os avisos e alertas divulgados pelas autoridades europeias são para informar a população e os possíveis turistas de que um atentado pode parece cada vez mais provável.

Se a Turquia e a Rússia são considerados os países mais perigosos, a verdade é que vários países no coração da Europa são um alvo prioritário para o Estado Islâmico. Por isso mesmo, e como garante o jornal “Daily Express”, as autoridades alertam para uma escolha criteriosa quanto ao local das férias na Europa, tentando conseguir que o máximo de turistas possíveis possam optar por locais que, apesar de serem menos visitados, sejam mais seguros neste momento.

Publicidade

Quanto aos milhares de brasileiros que estão imigrados atualmente na Europa, a verdade é que o risco de atentados nunca esteve tão grande, sendo que nos países onde existem células terroristas, os governos continuam em estado de alerta iminente, e cada vez mais são detidas pessoas que possam estar associadas ao Estado Islâmico, nas principais capitais europeias. Por causa do receio de atentados terroristas, é altamente provável que os brasileiros prefiram outros países para visitar nas suas próximas férias. #Terrorismo