Aprovada pelo Parlamento Europeu a nova regulamentação de vistos que controla e analisa as exigências mínimas quem permitem a mobilidade em território dos países membros da União Européia de estudantes e pesquisadores internacionais, tem como intuito proporcionar maior atratividade de interessados por estudo e conhecimento ao continente europeu.

As regras recém estabelecidas de entrada e de residência harmonizadas da UE afim de tornar mais fácil o acesso de de pessoas provenientes de países em desenvolvimento com o principal objetivo de realizar projetos de pesquisa em instituições de ensino superior na Europa.

O que muda?

O site oficial do parlamento europeu "europarl.europa.eu", esclarece ainda que com essa medida as condições de estagiários, voluntários, alunos, professores e segmentos equivalentes da sociedade acadêmica mundial, poderá ter melhoria significativa em suas diretrizes, mesclando a conveniência profissional e educativa, além de assegurar no caso de alunos e professores as suas permanências por mais nove meses em países que realizaram suas atividades, proporcionando assim maior chance de acesso ao mercado de trabalho e negócios.

Publicidade
Publicidade

A Europa sai na frente com a valorização por meio dessas novas regras de vistos de permanência em seu território, afirma o artigo no site do parlamento, com a maior mobilidade os novos moradores dos países europeus não terão a necessidade de apresentar um novo pedido de visto, mas apenas notificar o Estado-Membro a que eles estão visitando ou se mudando, por exemplo.

Também será possível mudar-se por períodos mais longos do que aqueles atualmente permitidos, com direito de ter a companhia de seus familiares durante a estadia no continente, vale lembrar que alunos podem também trabalhar contudo a carga horária máxima permitida dessa atividade é de 15 horas semanais.

Importante: Os Estados-Membros podem ter até dois anos para transpor suas condições de suas respectivas legislações nacionais.

Publicidade

Mais informações sobre legislação internacional

Agora é possível para netos de portugueses obterem a dupla cidadania, saiba mais aqui!

Participe de concurso destinado a moradores de países membros do BRICS, se inscreva e boa sorte! #União Europeia #Imigração #Emprego pelo Mundo