Um anúncio de um detergente líquido chinês está causando revolta em todo o mundo. Nele, um homem negro, sujo de tinta, que aparenta estar trabalhando na reforma ou pintura de um apartamento, flerta com uma dona de casa. A moça finge aprovar a paquera, mas quando o rapaz se aproxima ela enfia um detergente em sua boca, o enfia à força em uma máquina de lavar, liga o eletrodoméstico e espera o ciclo do produto terminar.

Ao abrir a máquina, ao invés do homem negro de antes, surge um ator asiático com ares de galã. A moça, que antes reprovava a paquera, agora tem um olhar de desejo pelo rapaz. Veja o inacreditável vídeo abaixo.

Publicidade
Publicidade

O  chocante anúncio racista se tornou viral nas redes sociais pelo absurdo da cena e já foi visto quase duas milhões de vezes no Youtube. Com as críticas, a empresa responsável pela marca de detergentes prontamente se pronunciou para evitar aumentar o prejuízo à sua imagem.

Mas sua resposta só piorou a situação. A Shanghai Leishang se desculpou pelo prejuízo que a imprensa internacional causou aos africanos ao repercutir o anúncio. A empresa complementou ainda que não tinha a intenção de discriminar "pessoas de cor", e que a cor da pele não deveria ser motivo de julgamento. Um representante da companhia chegou a dizer que o anúncio veiculado não era o oficial, mas não soube dizer como um anúncio não-oficial foi enviado aos veículos de #Comunicação

Com a repercussão internacional, a empresa decidiu retirar o vídeo do ar e emitiu um novo pedido de desculpas.

Publicidade

Apesar das críticas no exterior, o vídeo provocou pouca controvérsia na #China, país em que o tom claro da pele é considerado belo. Em 2012, um produto chamado Facekini se tornou febre no país. Trata-se de uma máscara, ao estilo das balaclavas policiais, que impede o sol de bronzear o rosto dos banhistas. A imagem de praias lotadas de banhistas usando máscaras que cobrem todo o rosto e pescoço virou motivo de chacota na imprensa ocidental, mas revelou a obsessão das mulheres chinesas em manter um tom de pele claro, ligado aos valores europeus de beleza.  #Racismo