O jornal do Dubai, “The Kaleej Times”, divulgou hoje (2) uma notícia dizendo que as tropas de elite britânicas estão utilizando música de Bollywood para incomodar as forças do Estado Islâmico. De acordo com um relatório, o objetivo ao usar este estilo musical é fazer os extremistas revelarem fragilidades tanto a nível psicológico como a nível da sua movimentação militar.

Quem teve a ideia de utilizar música de Bollywood para incomodar as tropas do #Estado Islâmico foi um oficial do exército britânico nascido no Paquistão. Em uma ordem direta, aquele que é um dos responsáveis dos serviços de informação do país de sua Majestade, mandou os soldados utilizarem essa tática sempre que fosse considerada adequada.

Publicidade
Publicidade

As forças especiais britânicas, além de ajudarem nos combates, encontram-se na Líbia treinando soldados locais. Esses soldados terão a difícil missão de afastar as tropas do Estado Islâmico da cidade de Sirte de forma a deixá-los isolados e longe da linha costeira do país.

Em uma descoberta recente, os especialistas em operações psicológicas britânicos conseguiram interceptar comunicações do Estado Islâmico e, ao transmitir através daquela linha de comunicação várias músicas de Bollywood, chegaram à conclusão que as mesmas deixavam os operadores do Daesh completamente fora de si.

Desde que invadiram Sirte, os militares do Daesh impuseram a Lei Sharia e baniram tudo o que faz parte da cultura ocidental ou que seja considerado superficial. Ao que tudo indica, as canções de Bollywood representam, para os extremistas, todos os defeitos do mundo ocidental, sendo, por isso, consideradas um enorme insulto para a sua religião.

Publicidade

Uma fonte das tropas britânicas revelou que recentemente em uma operação foram deixados dois carros perto da entrada da cidade de Sirte. Durante a madrugada, as forças especiais colocaram duas potentes colunas de som tocando músicas de Bollywood. Então vários soldados do Estado Islâmico saíram para procurar a origem do som, parecendo nervosos, furiosos e esquecendo qualquer cuidado para se esconderem dos inimigos que os estavam vigiando.

Depois desse incidente, as forças que combatem o Estado Islâmico conseguiram aprender vários coisas sobre os homens do Daesh, como por exemplo, qual o seu tempo de resposta perante um ataque iminente às portas da cidade.

O que você acha sobre esse novo método de combate? Acha que poderá ter sucesso? Se você fosse um militar, que música o deixaria furioso? Conte a sua opinião nos comentários! #Terrorismo #Guerra Civil