Considerado pelos romanos o deus da guerra, Marte sempre atraiu a curiosidade dos apaixonados pelo cosmos. Desde o momento em que foi observado pelo astrônomo italiano Giovanni Schiaparelli, em 1887, o astro tem levantado a suspeita de ter abrigado vida no passado. Naquela época, Schiaparelli pôs o planeta em destaque nos debates científicos, após alegar a existência de vários leitos de rios em Marte. Desde aquele período até hoje, discussões sobre a possível existência de vida no corpo celeste, continuam.

Apesar de a Agência Espacial Americana (NASA) ter anunciado, em agosto do ano passado, a detecção de altos níveis de água líquida no corpo celeste, um metro abaixo da superfície, até o momento, ela enfatiza não ter encontrado nenhuma evidência de água sobre o solo, ou qualquer tipo de forma de vida no planeta.

Publicidade
Publicidade

Entretanto, tais alegações não foram suficientes para diminuir a curiosidade dos entusiastas da teoria extraterrestre. Agora, eles afirmam a existência de água e de vegetação abundante em Marte.

De acordo com o periódico britânico Express, deste domingo (12), conspirólogos alegam terem encontrado fotografias de água sobre a superfície do planeta. As imagens em questão foram divulgadas num site científico relacionado a Nasa (http://www.msss.com/moc_gallery/r03_r09/images/R07/R0701100.html).

Inicialmente projetadas num canal do Youtube, especializado no assunto, as fotografias surpreenderam internautas e pesquisadores. De acordo com Will Farrar, administrador do canal, várias fotos de satélite provam a existência do líquido acima do solo.

“Nós agora temos mais de seis boas imagens que parecem mostrar lagos de água congelada na superfície marciana”, destaca.

Publicidade

E ele não está sozinho. Diversos internautas atestaram suas hipóteses, ao comentarem sobre as emblemáticas fotografias adquiridas pelos satélites da NASA em órbita do planeta vermelho.

“Absolutamente parece um lago, mas nós simplesmente não temos nenhuma maneira de saber ao certo, e isso é frustrante”, opina o internauta J. Collins.

Outro ‘apreciador’ de Marte, cujo o nome não foi identificado pela reportagem do jornal inglês, diz que se houvesse mais robôs exploradores no planeta, como o Curiosity, a descoberta de água e de vida aconteceria mais rápido.

"Deus, eu gostaria que tivéssemos rovers em todo o planeta, com acesso do público aos dados brutos. Muitas questões até agora insolúveis, seriam resolvidas", manifesta.

Segundo a Agência Espacial Americana, nenhum dos robôs ou sondas espaciais que exploram Marte encontraram quaisquer níveis significativos de água líquida na superfície do astro.

Afinal, será que existe vida em Marte?

#Mídia #Curiosidades #Internet