Não saber matemática ou qualquer outra matéria difícil na escola brasileira, pode ser algo comum e um problema fácil de ser resolvido por um professor. Mas, na China, isso pode ter consequências terríveis nas salas de aula, pelo menos foi o que mostrou essa triste história.

Há alguns dias atrás, o aluno de 11 anos, Xiao Yong, apanhou do seu professor pelo simples fato de não saber responder a perguntas que ele fazia. O menino foi brutalmente castigado só por não conseguir resolver cálculos matemáticos.

Depois de ficar com o corpo todo marcado pelas chicotadas do professor, Xiao teve as suas imagens divulgadas na internet, em especial na Weibo, uma das redes sociais mais populares da China.

Publicidade
Publicidade

Além de marcas nas costas, a criança ainda tinha feridas em carne viva em suas pernas que ainda sangravam.  Segundo pessoas que viram tudo o que aconteceu, o professor bateu em Xiao com um fio de energia. 

A violência aconteceu no dia 17 de junho e o motivo para o espancamento, teria sido por que Xiao havia tirado a pior nota da sala. O menino recebeu o valor de 81 para uma prova que valia 100, logo, o professor mandou que ele fosse ao quadro negro para responder uma equação.

Ainda segundo as testemunhas, o professor deu a Xiao 50 segundos para que ele respondesse a questão de matemática, mas o menino não conseguiu resolvê-la. Depois de ficar muito irritado com a criança, o educador encontrou o cabo de energia e começou a chicoteá-lo.

O menino de apenas 11 anos voltou para casa todo ferido mas ficou com vergonha de contar aos avós sobre o ocorrido.

Publicidade

Foi aí então que os seus primos notaram que Xiao estava machucado e contaram tudo aos adultos responsáveis.

Depois disso, o professor que torturou o aluno, chamado Yue, foi suspenso da escola onde Xiao estuda. A Escola Primária Central de Xianglu que fica na cidade de Shiyan, próximo a Hubei.

Quando os avós do menino descobriram as feridas, logo o levaram para o hospital onde ele ficou internado por três dias seguidos até a sua total recuperação.

Contra o professor, uma queixa foi registrada, porém, é pouco provável que ele seja sentenciado por algum #Crime. Após o incidente ter sido descoberto, ele se desculpou com a família do menino, com a escola e afirmou que o seu mau humor é consequência de problemas familiares que ele vem passando. #Investigação Criminal