Um #Acidente terrível que poderia perfeitamente ter sido evitado. Uma mãe, no Arizona, resolveu pulverizar seu bebê de nove meses com água de mangueira. O problema é que a mangueira continha alguma água dentro, que tinha ficado esquentando ao sol durante o dia. A água estava fervendo e o bebê sofreu queimaduras terríveis de segundo grau. Agora, o pequeno Nicholas está se recuperando e a mãe aproveita para avisar todos os pais, para que não repitam seu erro. 

Dominique, a mãe do bebê, estava brincando com o filho, sentado na piscina, quando resolveu atirar água para ele. Pegou na mangueira e atirou com a água, pensando que o menino ficaria zangado por não gostar de apanhar com água no rosto.

Publicidade
Publicidade

Na verdade, o menino chorava com dores provocadas pela água fervendo. Em pouco tempo, Nicholas ficou com 30% de seu corpo queimado, todas as partes onde caiu a água da mangueira. As zonas mais afetadas seriam o rosto, costas e braço do lado direito do corpo do bebê. 

A polícia do Arizona, que foi chamada no local do acidente, explicou que nem precisa de muito tempo para a água atingir elevada temperatura em uma mangueira quando está colocada debaixo do sol. De acordo com os policiais, a água pode facilmente chegar nos 66 graus. Após cair sobre a pele, bastaria entre 10 a 30 segundos para fazer queimaduras de segundo grau, o que acabou acontecendo com o bebê Nicholas. As autoridades revelaram ainda que este tipo de acidentes são comuns, uma vez que a água atinge facilmente uma temperatura elevada dentro da mangueira. 

Dominique está de coração partido por as feridas que ela mesma provocou no seu bebê.

Publicidade

Por esse motivo, ela está tentando avisar todos os outros pais para que tenham mais cuidado com as mangueiras que ficam deixadas no calor do dia. "Toquem na água, antes de pulverizarem os vossos filhos", avisou Dominique. É que uma simples brincadeira como essa de pulverizar a criança, pode sair bem cara. Nicholas está se recuperando bem e, de acordo com o jornal The Sun, o menino não deverá ficar com cicatrizes graves, apesar da dimensão das queimaduras. 

E o leitor, o que pensa desse caso? Foi irresponsável essa mãe ou os acidentes acontecem? Deixe sua opinião! #Família #EUA