O balanço, divulgado na nesta manhã desta quarta-feira (29), aponta que subiu para 280 o número de vítimas do atentado terrorista que ocorreu no aeroporto internacional de Istambul. Até o momento, são 41 mortos e 239 feridos. Autoridades turcas confirmaram que havia 13 estrangeiros entre as vítimas.

O terceiro aeroporto mais movimento do país foi alvo do terrorismo nesta terça-feira (28). Três homens-bomba se explodiram, causando a tragédia. Antes de detonarem os explosivos, os terroristas atiraram nas pessoas. Nenhum grupo terrorista assumiu o atentado até o momento, porém, informações apontam que o responsável seja o grupo terrorista Estado Islâmico.

Publicidade
Publicidade

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, se reuniu com Binali Yıldırım, primeiro ministro da Turquia e os comandantes militares. Segundo o presidente turco, o #Ataque Terrorista não tinha alvo específico, o intuito provavelmente seria fazer “material de propaganda” e provocar o sofrimento nas pessoas. “Não se enganem: para organizações terroristas, não há diferenças entre Istambul e Londres, Ancara e Berlim, Izmir e Chicago ou Antalya e Roma. A menos que todos os governos e toda a humanidade unam forças na luta contra o #Terrorismo, coisas muito piores do que tememos imaginar hoje se tornarão realidade”, declarou.

Os taxistas que trabalhavam no local ajudaram a transportar os feridos até os hospitais, 49 ambulâncias deram suporte no resgate das vítimas. Algumas horas depois da tragédia, pessoas usaram as redes sociais para dizer que os taxistas transportaram somente turistas estrangeiros e cobravam cerca de 100 libras (R$ 440,00).

Publicidade

O Ataturk foi reaberto nesta quarta-feira (29). O aeroporto ficou fechado durante cinco horas, vários voos foram cancelados e muitos atrasaram. O aviões que pousariam em Ataturk foram desviados para Esmirna, cidade que fica a 300 quilômetros de Istambul.

Turquia

O país vem sofrendo nos últimos meses, pois vem sendo alvo de atentados. Desde o ano de 2015, a Turquia passou a fazer parte da coalizão que tem como líder os Estados Unidos. Os países se uniram para combater o Estado Islâmico no Iraque e na Síria.

Ataques no país

Em 9 de março deste ano, um homem-bomba explodiu em Istambul, deixando 36 pessoas feridas e 4 mortos. Já, no dia 6 deste mês, a explosão de um carro-bomba matou 11 pessoas e 36 ficaram feridas.

O Itamaraty informou que não há brasileiros entre as vitimas.