Bentley nasceu sem qualquer expectativa de vida. Os médicos davam a ele horas de sobrevivência, mas o bebê carismático decidiu lutar contra todas as previsões negativas. Aos agora oito meses de vida, Bentley tem mais histórias de superações para contar do que a maioria dos seres humanos. Ele virou uma verdadeira inspiração de fé e otimismo para todo o mundo e tem ajudado pais com filhos que possuem doenças raras a superar cada dia. 

A criança, ainda quando estava na barriga da mãe, recebeu um diagnóstico assustador. Ele era portador de encefalocele - que um defeito no tubo neural. Isso fez com que o seu cérebro avançasse para fora do corpo.

Publicidade
Publicidade

Muitos médicos não acreditam nem mesmo que ele chegaria a nascer, mas a gravidez já estava avançada quando a doença foi descoberta. O menino então nasceria com uma previsão de morte.

Os pais dele, Dustin Yoder e Sierra lutaram até o fim e estão muito felizes pelos oito meses de vida do filho. "A gente se preparou psicologicamente para perder ele ainda nas primeiras horas após o nascimento. Depois do primeiro dia já foi uma comemoração e assim foi indo. Agora a gente luta para comemorar o aniversário de um ano dele", disse a mãe emocionada ao contar a história inacreditável do filho. 

Mesmo já até pensando no funeral do filho antes que ele nascesse, o garoto surpreendeu e está superando todas as expectativas. "Ficamos muito felizes quando pudemos segurar ele pela primeira vez. Meu filho era perfeito quando nasceu", disse o pai também choroso ao debater o assunto.

Publicidade

Apesar do filho simpático, os pais confessaram que nas primeiras horas só olhavam para ele, esperando que algo pior viesse a acontecer, felizmente, pelo menos até agora, ele parece continuar ainda mais vivo. 

Com o cérebro para fora da cabeça, o menino chegou aos três meses de vida e começou a passar por exames. Os médicos já começavam a imaginar uma possível cirurgia, que veio a acontecer apenas no dia 24 de maio. Foram cinco horas de muita apreensão, mas o bebê venceu mais essa e ganhou uma segunda chance.  #É Manchete!