A Uefa ameaçou os times da Inglaterra e Rússia de desqualificação da Euro 2016, se mais atitudes violentas entre os torcedores dos dois países acontecerem novamente.

O órgão deu início a medidas disciplinares contra a Rússia depois das cenas de violência protagonizadas por torcedores russos contra a torcida inglesa, após o jogo entre Inglaterra e Rússia, realizado neste sábado, 11, no Stade Velodrome.

As acusações prestadas contra a Rússia são por comportamento racista, perturbações causadas por multidão, e por soltar fogos de artifício, disse a Uefa.

Os torcedores ingleses foram forçados a fugir das arquibancadas assim que o jogo chegou ao fim, após gol de empate da Rússia, quando torcedores russos atravessaram a barreira que separava as torcidas e começaram a atacá-los.

Publicidade
Publicidade

O governo do Reino Unido ofereceu ao governo francês o envio de mais policiais britânicos antes do próximo jogo da Inglaterra, que acontece no dia 16, quinta-feira, em Lille. 

Torcedores envolvidos na briga antes do jogo são sentenciados na França 

Os torcedores, que estiveram envolvidos na briga entre russos, franceses e ingleses em Marselha, no sábado, 11, antes do jogo (Inglaterra x Rússia), compareceram hoje ao tribunal em uma sessão que durou cinco horas. 

Nesta segunda, Alex Booth, inglês, 20 anos, foi sentenciado a dois meses; Ian Hepworth, inglês, 41 anos, a três meses. Os dois foram sentenciados por atirar garrafas em oficiais franceses e em fãs rivais. Ambos estão proibidos de entrar em território francês pelos próximos dois anos, segundo a AP. 

Ian explicou na corte que ele não tinha intenção de acertar o policial com a garrafa, ele somente "queria impressionar meus novos amigos franceses", de acordo com o "Daily Mail".

Publicidade

O pai de Alex foi visto chorando do lado de fora do tribunal e disse que iria lutar contra a condenação.

Os ingleses Ashley Kelly, Steven Cornell, e Ian Stockley passarão três meses na prisão e foram banidos da França por dois anos. Paul Jackson, 21 anos, e Lee Philips, 23 anos, receberam um mês de prisão e banimento.

francês David Palmeri, 29 anos, recebeu punição mais severa: dois anos de sentença, um ano de serviço na prisão e um ano de sentença suspensa. Ele usou punhos, pernas e cinto contra torcedores ingleses, e também roubou uma bandeira e camisa da Inglaterra de torcedores visitantes.

A maioria dos russos que estiveram envolvidos nas brigas eram hooligans conhecidos, aproximadamente 150, e as autoridades falharam ao não pegarem seus passaportes, disse o chefe de polícia da França.

A preocupação agora é de que esses mesmos russos façam uma emboscada aos torcedores ingleses em Lille. #Euro2016 #Futebol #Futebol Internacional