Desde 7 de julho de 1947, quando um suposto objeto voador não identificado (ovni/ufo) caiu em um rancho no estado do Texas (EUA), teóricos da conspiração começaram a suspeitar das “verdades” emitidas pelas autoridades do país, sobre os avistamentos de ovnis.

Agora, novas declarações em relação à candidata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, ter encontrado um arquivo ultrassecreto do governo, referente a um misterioso acidente de ufo, novamente parecem contradizer as autoridades americanas, que alegam não investigar esses fenômenos.

Segundo informa o periódico britânico Express, nesta sexta-feira (3), o gerente da campanha de Hillary, John Podesta, procurou descobrir a verdade sobre o enigmático caso, sem sucesso.

Publicidade
Publicidade

Ao procurar as autoridades para obter esclarecimentos sobre o emblemático documento supostamente encontrado pela presidenciável, Podesta revela que eles informaram não ter mais acesso ao arquivo, pois o mesmo havia “desaparecido”.

O  conhecimento a esse tipo de informação, metodicamente “guardado a sete chaves” pelo governo daquele país, se restringe até mesmo aos altos funcionários da Casa Branca, como John Podesta, que confessa ter se sentido frustrado por não conseguir obter os arquivos ultrassecretos de ovnis.

Ele conta que trabalhou com Hillary, por meio da lei de Liberdade de Informação, para pedir transparência sobre os documentos envolvendo objetos não identificados. Porém, não obteve êxito.

O assunto é tão complexo, que o gerente da campanha não deu maiores detalhes sobre o caso.

Publicidade

Se limitou a dizer que tem relação com um possível ufo, ou algum tipo de aeronave Soviética.

No entanto, ufólogos acreditam que Hillary pode ter entrado em contato com informações secretas sobre o incidente de Roswell, descrito no início desse artigo.

Antes de Podesta, diversas autoridades de outros países declararam a existência de pretensas naves pilotadas por extraterrestres, como o ex-ministro da Defesa do Canadá, Paul Hellyer.

Assista abaixo ao vídeo de Hellyer confessando o que ele sabe sobre o assunto.

#Curiosidades #Internet #Eleições EUA 2016