Uma mãe foi morta pela polícia após ter disparado e ferido mortalmente as duas filhas, Madison e Taylor, no Texas, nos Estados Unidos da América. Quando a polícia chegou no local, acabou encontrando os corpos das filhas Madison, de 17 anos, e de Taylor, de 22, caídos no chão, fora da casa onde a #Família estava morando. Após apresentar resistência em jogar fora a arma que tinha em sua mão, a mãe Christy Sheats, de 42 anos, foi morta pela polícia americana. 

São três as vítimas mortais dessa tragédia: a  mãe e as duas filhas, que Christy alegadamente matou, depois de mais uma discussão familiar. A polícia está agora investigando os contornos desses crimes.

Publicidade
Publicidade

O pai das meninas e marido de Christy estaria dentro da casa e teve que ser transportado para o hospital, após entrar em estado de choque com tudo isso que aconteceu. 

Como tudo aconteceu

A polícia recebeu uma chamada por volta das cinco horas da tarde, na última sexta-feira (24). De acordo com o jornal Daily Mail, tudo teria começado com uma discussão familiar - que nem seria a primeira vez com essa família. Chegando no local, os policiais teriam encontrado as meninas caídas no chão e a mãe empunhando uma arma. Não está ainda claro se Christy foi morta por um policial por estar apontando a sua arma contra o policial ou contra uma das filhas. 

Madison já estava morta, mas Taylor ainda foi transportada para o hospital, morrendo na manhã de sábado, não resistindo aos graves ferimentos, infligidos pela própria mãe. 

A polícia apenas confirmou o tiroteio, mas sem mais justificativas até o momento.

Publicidade

As investigações vão continuar e por enquanto as autoridades acreditam que o mais importante, nesse momento, seria apoiar o pai das meninas, que ficou traumatizado com toda essa tragédia. "Ainda estamos juntando as peças", contou o xerife de Houston, sobre o momento da investigação. A polícia foi chamada várias vezes nessa casa, durante os últimos anos, mas ainda não foram divulgadas as razões dessas chamadas. 

Os vizinhos também ficaram abalados com tudo isso e são já várias as mensagens de homenagem para as meninas, e também de apoio e oração para esse pai.  #EUA #Casos de polícia