Na semana passada uma equipe de cientistas britânicos captou ruídos estranhos emitidos pelas profundezas no mar do Caribe. De acordo com os pesquisadores, o objetivo da pesquisa era avaliar as oscilações das massas oceânicas. Mas durante a realização do estudo, a equipe de oceanógrafos da Universidade de Liverpool, captou diversos ruídos e acabaram constando que os sons captados naquela região são de origem desconhecida. Surpresos pela descoberta, os pesquisadores resolveram mudar o rumo da investigação para tentar encontrar o que estaria causando o estranho ruído.

Foram realizadas inúmeras medições para verificar a pressão nas profundezas do oceano.

Publicidade
Publicidade

Também foram analisadas oscilações de marés, além de medições na gravidade realizadas por intermédio de satélites. Como a intensidade do ruído é extremamente baixa, o som passa despercebido pelos ouvidos humanos. Sendo assim, é possível detectá-lo somente do espaço. Em entrevista para o site de notícias Gizmodo, o Dr Chris Hughes disse, que enquanto procuravam por uma explicação em testes de pressão. A equipe acabou encontrando algo na região que não se enquadra com as variações encontradas naquela bacia hidrográfica.

A partir das leituras da pressão captadas no fundo do oceano, entre os anos de 1958 a 2013, a equipe conseguiu descobrir que aquela região comporta-se igual a um apito gigante. De acordo com o doutor Hughes, existe uma grande corrente “que vai de leste a oeste. Além disso é extremamente forte e muito instável, a fim de criar inúmeros redemoinhos.

Publicidade

Também constatou-se que os sons desaparecem e reaparecem em outro local o que caracteriza um fenômeno semelhante aos buracos de minhoca Rossby”, descobertos pela primeira vez em 2010.

Entretanto, o som é muito diferente do barulho originado por um apito, além disso o som é muito baixo são necessário 4 meses para este ruído percorra todo o trajeto leste/oeste. De acordo com a reportagem divulgada pela revista Geophysical Research Letters, os pesquisadores denominaram o fenômeno como ''apito de Rossby''. Nos próximos dias, a equipe pretende continuar investigando o fenômeno na tentativa de descobrir os sinais afim de determinar em quais épocas do ano poderão ocorrer enchentes. #Entretenimento #Curiosidades