Na Inglaterra, um pai matou sua filha, em um #Acidente de carro inacreditável. Sem perceber que a menina de apenas três anos estava do lado do carro, Richard acabou atropelando a criança. Os ferimentos seriam fatais e apesar de várias tentativas de salvamento, a menina acabou morrendo, uma hora depois de chegar no hospital. "O que eu fui fazer para a minha família, eu matei a minha menina", gritou o pai, devastado, após se aperceber o que tinha acabado de acontecer. 

Tudo aconteceu em fevereiro, uma semana depois do terceiro aniversário da pequena Lacey. Quatro meses depois, o pai ainda não se recuperou do choque e acredita que essa dor ficará para sempre, em declarações durante o inquérito sobre esse acidente.

Publicidade
Publicidade

"Tínhamos uma vida perfeita com a nossa bebê e agora nem dormimos de noite", contou Richard, completamente destroçado depois de esse acidente trágico. A autópsia mostrou que a menina morreu com o crânio fraturado e, durante o inquérito, na #Justiça, a médica legista confirmou a tese de acidente. 

"É uma dessas tragédias que não se pode prevenir", contou Sally Hatfield, desculpabilizando completamente o pai da menina. Para a médica legista, ele não tinha como ter visto a pequena Lacey e não poderia adivinhar que a criança estaria por perto. O pai da criança contou que Lacey estava na sala quando ele saiu para comprar cigarros. Na verdade, a criança saiu correndo atrás do pai. Ele olhou mas não conseguiu ver ninguém, pela pequena altura da criança de apenas três anos. Assim que sentiu a roda do carro calcar em alguma coisa, parou o carro mas pensando que seria uma boneca ou até um gato.

Publicidade

Quando saiu do carro, viu que tinha acabado de atropelar a própria filha. 

Pegou nela e saiu correndo para o hospital, mas as lesões seriam demasiado graves e a menina acabaria não resistindo. "Não fui rápido suficiente", contou Richard, em declarações citadas pelo jornal The Sun. 

A mãe da menina, Louanna, de 34 anos também falou nesse inquérito, com a certeza que o que aconteceu foi um "trágico acidente" que acabou "destruindo a família". A mãe contou que o marido tem sido muito forte com toda a família e que tem se aguentado firme, sempre pensando na menina. Mas, acabou admitindo que naquele dia, do fatídico acidente, "morremos todos junto com ela".  #Europa