Três mortes no registro final de mais uma noite violenta em Paris, na França. Um vizinho matou um policial e sua esposa, dentro da própria casa do casal. O único sobrevivente teria sido o filho, um menino de apenas três anos. As autoridades francesas acabaram matando o homem que praticou o atendado. Se desconhecem ainda as motivações para esse crimes bárbaros, que voltaram a causar o pânico na capital francesa. 

Com a Eurocopa de futebol correndo em França, esse foi mais um susto e um abalo na segurança francesa. Para já, não existe ainda qualquer ligação terrorista com esse incidente, e as autoridades estão agora iniciando as investigações e tentando perceber o que aconteceu na noite desta segunda-feira (13) em Paris. 

Como aconteceu o ataque

Pouco passava das oito horas da noite,quando um homem teria esfaqueado nove vezes na barriga o policial Jean-Baptiste Salvaing, de 42 anos.

Publicidade
Publicidade

O assassino teria entrado na casa do policial, mas se desconhece se teria sido para roubar ou somente um homicídio planejado. É que de acordo com uma testemunha, em declarações para o jornal Mirror, o agressor seria vizinho desse policial e poderia muito bem ter planejado esse crime. Após matar o policial, o agressor acabou fazendo reféns. Mas só quando os policias entraram na casa, tentando deter o homem, é que encontraram o corpo da esposa, também morta. Ela também foi esfaqueada até a morte pelo mesmo agressor. 

Os policiais franceses ainda teriam tentado negociar com o criminoso, desde fora da casa, mas a paciência se esgotou quando o homem ficou escrevendo algumas "ameaças" no Twitter. Os policiais entraram na casa e acabaram abatendo o assassino. 

Na casa, o único sobrevivente seria o menino de três anos, filho do casal, que morreu esfaqueado. Os colegas do policial abatido estão naturalmente chocados com esse incidente, e recordam o amigo como "um policial de boa reputação". 

A França continua com segurança máxima ativada após os atentados terroristas sofridos em novembro de 2015, situação de alerta máximo que se deverá manter até o final do Europeu de futebol e da Volta a França, no ciclismo.

Publicidade

Após uma semana marcada por alguma violência e excessos no futebol, com vários torcedores se agredindo e provocando desacatos, a França voltou a sofrer mais um #Ataque, desta vez contra a #Família de um policial.  #Europa