A britânica Samantha Mawdsley passou por uma situação bastante constrangedora quando decidiu postar, em sua página no Facebook, a simples avaliação de um restaurante que acabara de conhecer em Manchester, na Inglaterra. Para sua surpresa, algum tempo depois chegou a mensagem de um homem, se identificando como James, e de que nunca tinha ouvido falar. Ousadamente o rapaz mandou a foto de seu pênis para ela.

É até comum o relato de mulheres jovens da 'era virtual ' que, ao fazerem inscrições em sites de relacionamentos ou aplicativos na tentativa de encontrar um amor, acabam sendo vítimas de conteúdo erótico de homens dos quais nem sabem da existência.

Publicidade
Publicidade

Mas a inglesa Samantha resolveu mudar a história e não deixou barato, preparando uma armadilha inusitada. Ela conta em seu blog como ficou surpresa com a brincadeira de mau gosto.

Mawdsley relata que já conhecia o 'Tinder', um aplicativo de encontros, mas como estava namorando há três anos nunca se interessou. Ela diz que ficou muito surpresa com a foto, pois nunca imaginou que isso pudesse acontecer um dia. "Meu pensamento inicial foi ignorar, como nós mulheres somos ensinadas desde cedo", confessa a inglesa. Contudo, sua decisão foi outra, resolveu que ia 'cutucar' o machismo do homem e mostrar o quanto estava sendo ridículo.E deu o troco fazendo com que ele experimentasse o próprio veneno.

Samantha passou a enviar para ele imagens de pênis. Intrigado, o homem quis saber o porquê, mas mostrou-se simpático.

Publicidade

Divertida com seu embaraço a jovem continuou a mandar as fotos, dizendo que estava apenas retribuindo a gentileza. Percebendo estar sendo alvo de gozação, ele irritou-se e pediu que Mawdsley parasse com as brincadeiras, sugerindo que a conversa 'ficasse entre eles'.

Foi assim que teve a ideia de completar a vingança: fotografou toda a conversa e as imagens das partes íntimas cobriu com outras divertidas, dando destaque para a foto de um punho fechado com a frase 'O meu é maior'. Em seguido publicou na sua página do Facebook, dizendo que isso era uma forma de tentar mostrar aos homens que nem todas as mulheres vão se calar diante do assédio sexual, e que eles podem, sim, correr o risco da exposição pública.

Seu post publicado no domingo (12) já foi compartilhado por milhares de pessoas, mas por causa da política do Facebook também foi removido. De acordo com Samantha, as mensagens de apoio chegam a toda hora, pessoas dizendo que agora se inspiram nela e até homens que pedem desculpas pelo #Comportamento ridículo do outro. Ela brinca que até se sentiu meio Beyoncé, respondendo a tantas mensagens. #Internet