Um OVNI com um formato semelhante ao de um diamante foi filmado de dentro de um avião que voava a uma altitude de 43 mil pés (pouco mais de 13 km de altura) sobre o Estado do Texas, Estados Unidos.

O vídeo foi filmado por um homem identificado apenas como Steve, que alegou trabalhar como diretor de manutenção de aeronaves para uma frota de jatos corporativos nos EUA. Steve enviou a filmagem para o canal do YouTube Secureteam10, que analisa imagens e vídeos de objetos voadores desconhecidos para posteriormente publicá-los online.

O narrador do vídeo do YouTube, identificado como Tyler, comenta durante o clipe que o OVNI com formato de diamante é idêntico “ao UFO visto em um dos dez mais notórios e bem pesquisados avistamentos de UFOs do mundo todo”, conhecido como caso Cash-Landrum.

Publicidade
Publicidade

Caso Cash-Landrum

Tudo aconteceu na noite de 29 de dezembro de 1980, quando as amigas Betty Cash e Vickie Landrum, junto com o neto de Vickie, Colby Landrum (na época com sete anos de idade), se deslocavam de carro para Dayton, Texas, onde residiam.

Aproximadamente às 21h00, enquanto dirigiam por uma estrada isolada em meio a uma densa floresta, as testemunhas avistaram uma luz intensa por cima de algumas árvores e pensaram tratar-se de um avião indo em direção ao Aeroporto Intercontinental de Houston.

Alguns minutos mais tarde, ao se aproximarem da fonte luminosa, descobriram que a luz provinha de um enorme objeto em formato de diamante, pairando praticamente no mesmo nível das árvores, que emitia chamas e calor pela sua base. Além disso, possuía pequenas luzes azuis que percorriam toda a extensão de seu centro.

Publicidade

Vickie Landrum pediu que Betty parasse o carro, e ambas desceram do veículo para observar o estranho objeto. O calor emitido pelo OVNI era tão intenso que, para entrar no carro novamente, Betty precisou usar seu casaco e proteger sua mão para poder abrir a porta.

Em seguida, quando o OVNI começou a subir e a se deslocar, surgiram 23 helicópteros militares que passaram a acompanhar o objeto em formação cerrada.

Sintomas físicos

Ao chegarem em casa, todas as três testemunhas passaram a apresentar problemas de saúde, como diarreia, náuseas, vômitos, fraqueza generalizada, ardência nos olhos e sensação de queimaduras no corpo. Após alguns dias, a pele de Betty Cash passou a apresentar bolhas grandes e dolorosas, além de manchas, e os seus cabelos começaram a cair em tufos.  

Os Landrums também apresentaram feridas na pele e perda de cabelo, mas em uma intensidade menor que a de Betty.

Um radiologista que examinou os registros médicos das testemunhas chegou a declarar que havia fortes evidências de que todos os três sofreram danos por terem sido expostos a uma fonte de energia radioativa.

Assista ao vídeo divulgado pelo Secureteam10, em inglês:

Assista a também a uma reconstituição do caso Cash-Landrum, que continua sem explicação conclusiva até hoje, em português:

#Curiosidades #Viral