Desde o antigo Egito até o Peru, no continente latino-americano, esqueletos com crânios alongados são encontrados. Apesar da maioria dos estudiosos afirmarem que eles representavam status em diversas culturas, na qual indivíduos proeminentes da sociedade passavam por um doloroso processo para alcançar essa forma, ufólogos e entusiastas da teoria extraterrestre afirmam tratar-se de esqueletos alienígenas.

Embora a polêmica teoria seja rejeitada pela ciência, o vídeo de um suposto crânio alongado, filmado em Marte, provavelmente pelo jipe-robô Curiosity, da NASA, divulgado na quinta-feira (16), pelo jornal inglês "Express", parece corroborar com a teoria dos Deuses Astronautas, que afirma o fato de ETs tecnologicamente avançados terem visitados antigas civilizações do nosso planeta há milhares de anos.

Publicidade
Publicidade

Na ocasião, os extraterrestres teriam ensinado como construir complexas estruturas, como as pirâmides do Egito; e o Stonehenge, no Reino Unido.

Como se não bastasse eles direcionarem a forma como a arquitetura terrestre foi desenvolvida, os pesquisadores do assunto destacam que esses seres acabaram sendo considerados líderes, ou até mesmo reverenciados como deuses, mais ou menos como aconteceu quando o homem branco chegou às Américas.

Segundo a reportagem, o administrador do canal "Paranormal Crucible" (Youtube), acostumado a passar horas analisando as imagens de Marte mostradas pela NASA, fez uma reanálise do crânio ‘alienígena’ encontrado no Planeta Vermelho.

Para o ufólogo amador, não há dúvidas da origem extraterrestre do esqueleto. “É um crânio alongado, possivelmente, com milhares de anos de idade, na minha opinião”, fala na introdução do vídeo, o sujeito cujo nome não foi identificado, ao referir-se a uma possível rocha detectada na inóspita paisagem do planeta.

Publicidade

De acordo com a crença do ufólogo Scott C. Waring, as imagens mostram muito mais do que um crânio fossilizado. Para ele, há evidências de que a área foi habitada por entidades desconhecidas. “É evidente que este local era uma comunidade próspera. O Paranormal Crucible fez um grande trabalho ao deixar as imagens mais nítidas”, comenta.

Pareidolia vs alienígenas

Mesmo que os entusiastas dos Deuses Astronautas afirmem que o episódio exposto em Marte seja um crânio fossilizado, cientistas da NASA apontam a má interpretação como pretexto recorrente desse tipo de divulgação. Para eles, a pareidolia, fenômeno psicológico que faz com que o cérebro procure reconhecer imagens em figuras abstratas, é a causa desse tipo de confusão.

Ainda que seja apenas uma pedra com aspecto semelhante a uma cabeça com o crânio esticado, entusiastas dos alienígenas ressaltam que o alongamento cranial ocorrido no nosso planeta servia como uma espécie de homenagem aos deuses extraplanetários, que tinham essa característica.

Publicidade

Como diria um dos mais influentes cientistas do século 20, Carl Sagan: “Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço”.

Assista abaixo ao vídeo produzido pelo "Paranormal Crucible". Depois, veja a análise feita por brasileiros.

#Mídia #Curiosidades #Internet