De acordo com informações da RedeTV!, a Polícia Americana de Santa Bárbara, nos Estados Unidos, confirmou nesta terça-feira, que o cantor Michael Jackson mantinha em sua casa material pornográfico com crianças em sua casa. O material teria sido encontrado por agentes de segurança no rancho Neverland, residência que chegou a receber por alguns dias a "rainha dos baixinhos", a apresentadora Maria da Graça Xuxa Meneguel. De acordo com Xuxa, Michael convidou ela para um casamento, mas ela preferiu não aceitar. A revelação foi dita por ela em uma entrevista reveladora ao 'Fantástico'.  

O relatório da Polícia de Santa Bárbara também foi divulgado por um site local, o 'Radar Online'.

Publicidade
Publicidade

A Polícia averiguou diversos materiais pornográficos envolvendo adolescentes e crianças, como vídeos eróticos, livros e fotos. O material estava no quarto do cantor conhecido como 'Rei do Pop'. Na época, Michael Jackson chegou a ser preso preventivamente. No entanto, com a colaboração do famoso, a Polícia decidiu que ele poderia responder em liberdade. Michael também respondeu no mesmo período a um inquérito em que era acusado de abusar de um menino. 

Os documentos revelados sobre a morte do cantor são assinados pelo detetive Craig Bonner. De acordo com a apuração, algumas fotos tinham até a família do cantor, como seus sobrinhos, usando apenas roupas íntimas. Ele alegava que não tinha nada de errado nas imagens e que tudo era recordação. O relatório divulgado pela RedeTV! vai além, dizendo que o detetive equiparou o profissional da música como uma espécie de predador sexual. 

O detetive acusa Michael de exibir mortes de animais e sexo entre adultos para que as crianças fizessem tudo o que ele queria.

Publicidade

Além disso, a Polícia conta que o cantor tomava remédios para inibir o seu apetite sexual e que seria viciado em drogas ilícitas. Além do material pornográfico, os policiais também encontraram remédios para tratar o vício em sexo. O material tem sido muito criticado pelos fãs do cantor, que acusam os agentes de estarem inventando uma história.  #Crime #Investigação Criminal