Nos últimos dias, a decisão do Reino Unido em deixar a UE (União Europeia) gerou uma extensa proliferação de boatos e especulações. Dentre os “disse-me-disse”, um dos mais comentados foi referente à famosa série do canal a cabo HBO, ‘Game of Thrones’.

O boato referido indicava o fato de que, com o Reino Unido se afastando do bloco econômico, haveria o suposto corte da verba oriunda do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional da #União Europeia, que, segundo notícias, financiava a série.

Série parcialmente filmada na Irlanda do Norte não será afetada

Sucesso de crítica e principalmente de público, o “fenômeno” GOT  é filmado em países como Espanha, Croácia e Malta, porém, tem algumas partes da trama, geralmente as principais, filmadas na Irlanda do Norte, o que também corroborou para que as dúvidas e boatos se acumulassem.

Publicidade
Publicidade

Com receio de uma repercussão negativa, a emissora responsável pela série soltou um comunicado para a imprensa, desmentindo categoricamente a perda do tal financiamento da UE.

Decisão histórica

Após referendo ocorrido na última quinta-feira (23), os britânicos optaram pela decisão histórica de deixar a União Europeia. Economistas e membros do governo relataram preocupação e desconfiança sobre o futuro da quinta maior economia mundial.

Decisão pode diminuir investimentos

Ao “abandonar o barco”, a capacidade de atrair investidores, e mesmo filmar séries e filmes no Reino Unido poderão ficar comprometidas, sobretudo quando falamos nos estúdios de Hollywood e redes de TV cabo. Isso porque não haverá, em tese, mais acesso aos subsídios europeus.

No entanto, ao menos no que tange ‘#Game of Thrones’, o apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional da União Europeia para a série se deu apenas nas primeiras temporadas, ou seja, hoje não haveria nenhum comprometendo neste sentido.

Publicidade

Ao certo, ninguém poderá afirmar quais as consequências e desdobramentos desta “crise política” na Europa, tampouco o quanto poderá ou não afetar as novas e as já existentes produções audiovisuais. Seria essa crise política responsável pelo final da mais aclamada série da atualidade? Segundo a HBO, não. Vamos aguardar.