Ufólogos estão alegando que uma foto tirada pela sonda Cassini, da NASA, mostrando uma interrupção no anel mais externo que circunda o planeta Saturno, revelaria, na verdade, a presença de uma gigantesca nave extraterrestre deixando o local.  

A imagem supostamente registraria um enorme OVNI saindo da superfície de um dos vários anéis de Saturno e se deslocando pelo espaço, e tal alegação tem causado um alvoroço em sites que abordam temas como teorias da conspiração.

Imagem intrigante

De acordo com informações da própria NASA, a foto foi tirada em luz visível, através da câmera de ângulo estreito da sonda Cassini, a uma distância de cerca de 2,2 milhões de quilômetros dos anéis.

Publicidade
Publicidade

Os anéis de Saturno são basicamente constituídos de gelo, poeira e rochas, e esses materiais podem variar muito de tamanho, desde pequenos grãos a objetos do tamanho de arranha-céus. A imagem registrada pela missão Cassini - um projeto em conjunto da NASA, da Agência Espacial Europeia (ESA) e da Agência Espacial Italiana - revela uma curiosa anomalia no anel F, o mais externo do planeta, que a NASA descreve como uma "perturbação brilhante", ou uma perturbação que ocorreu muito recentemente.

Alegações e explicações

Scott C. Waring, diretor do site UFO Sightings Daily, e seus entusiastas, afirmam que a seção interrompida do anel mostraria uma nave alienígena decolando a partir do local. Na opinião de Waring, a suposta nave extraterrestre teria permanecido estacionária, “adormecida” no anel por um período de tempo que poderia variar entre centenas ou mesmo milhões de anos, e que teria sido reativada, decolando da superfície do anel, no momento em que a câmera da Cassini registrou o evento.

Publicidade

No entanto, a NASA explicou que a ruptura provavelmente foi causada por um pequeno corpo, como por exemplo, uma rocha sendo incorporada ao anel, o que fez com que o material ao seu redor se deslocasse.

Segundo a agência americana, é difícil detectar os pequenos objetos que compõem os anéis de Saturno com a resolução que a câmera da Cassini possui. Porém, interações entre essa matéria e corpos pequenos, que são eventos conhecidos como "jatos", e que causam a expulsão de material do anel, podem ser capturados pela câmera. Simples assim. #Curiosidades #EUA