Apesar de recém publicarmos uma reportagem sobre a filmagem de um objeto voador não identificado (OVNI/UFO), no vulcão Popocatepetl (México), captado por câmeras de vigilância em fevereiro, novamente o fenômeno voltou a ser detectado no mesmo local, só que dessa vez no último domingo (19).

As diversas luzes, geralmente chamadas de orbes pelos esotéricos, foram transmitidas em tempo real pela câmera de monitoramento que vigia o Popocatepetl, e envia as imagens do vulcão diretamente para o site webcamsmexico, acessado por milhares de pessoas em todo o mundo. Segundo informações do jornal inglês "Express", edição desta sexta-feira (24), os UFOs apareceram à 0h12 (hora local), e foram observados pelo ufólogo Scott C.

Publicidade
Publicidade

Waring, que foi surpreendido enquanto acompanhava a transmissão ao vivo.

Waring escreveu em seu blog, especializado no assunto, que durante os cinco anos em que observa o vulcão mexicano, esse foi o evento mais impactante que ele já viu. “Este é o vídeo mais extraordinário da câmera ao vivo do vulcão do México que eu já vi”, escreveu na página que administra. “Aqui, vemos mais de dez deles voando ao redor”, disse o ufólogo, em referência às diversas luzes globulares filmadas no Popocatepetl.

O pesquisador continuou conjecturando sobre o episódio, ao ressaltar o fato da câmera ter gravado os OVNIs devido à capacidade de enxergar objetos que a visão humana não detecta. “Eu acredito que a única razão pela qual estes UFOs podem ser vistos é que, neste momento, a câmera tinha infravermelho, o que significa que ela pode ver coisas que o olho humano não consegue”, destacou.

Publicidade

Embora diversos ufólogos e curiosos sobre o assunto afirmem que os OVNIs são frequentemente vistos próximos aos vulcões, céticos alegam causas mais simples para a origem dos UFOs. Comprometido em desmascarar qualquer tipo de avistamento ufológico, Scott Brando, que administra um site com esse objetivo e sempre tem uma aparente solução "racional" para qualquer situação "inusitada", avalia que as esferas luminosas são apenas poeiras ou insetos.

Para ele, detritos expelidos pelo vulcão podem causar esse tipo de efeito em filmagens noturnas com infravermelho. “É uma visão noturna (webcam em infravermelho), por isso é mais sensível à pequena fonte de luz ou erros que atravessam a lente da câmera”, explicou ao "Express".

Será que todos os avistamentos envolvendo objetos anômalos em torno de vulcões se resumem a erros de interpretação? Ou será que simplesmente é mais cômodo para as autoridades ignorarem o assunto, fingindo que tudo está sob controle?

Veja abaixo o vídeo dos UFOs em 19 de junho. 

Confira a filmagem de uma reportagem de uma emissora mexicana, feita em 2013, sobre um OVNI cilíndrico que entra no interior de um vulcão mexicano.

#Mídia #Curiosidades #Internet