O mundo convive com mais um #Ataque Terrorista. No fim da tarde desta terça-feira, 28, aqui no Brasil, noite na Turquia, o aeroporto da maior cidade do país, Istambul, recebeu um ataque de homens bombas. Informações de agências internacionais são bastante desencontradas. O número de mortos chegou a ser divulgado com várias alterações, chegando a 28, mas depois descendo para 10.

As agências informam que isso ocorre por conta do cuidado em torno do assunto. Um brasileiro que estava no local disse ao vivo à Globo News, que ele ouviu na imprensa local que seriam 30 mortos e 80 feridos. As agências, em sua maioria, dizem que são pelo menos 60 pessoas feriadas.

Publicidade
Publicidade

Pelo menos seis delas estariam entre a vida e a morte. 

Detalhes assustadores

As primeiras informações dão conta que duas explosões efetuadas por homens-bombas atingiram o aeroporto. Um vídeo assustador já corre na internet e mostra o exato momento em que tudo aconteceu. É possível ver pessoas correndo em pânico nas imagens. Além das explosões, um tiroteio teria sido realizado no aeroporto de Istambul. Em pronunciamento na televisão local, Bekir Bozdagdeu, Ministro da Justiça da Turquia, contou os primeiros detalhes de como tudo ocorreu.

Até o fechamento dessa reportagem, o grupo terrorista que realizou o ataque ainda não era conhecido. No entanto, um dos prováveis é o Estado Islâmico. Isso porque a Turquia é o principal destino de vítimas de guerras na região, especialmente do conflito na Síria.

Publicidade

O país milenar, que já foi Império Otomano, consegue conviver com diversas religiões.  

Os homens-bomba antes de se suicidarem teriam atirado nos passageiros. A Polícia ainda tentou matar os terroristas antes que esses usassem as bombas, mas não foi possível. O crime ocorreu na entrada do terminal de voos internacional do aeroporto. Não há informações de brasileiros entre as vítimas. No entanto, um grupo de pessoas de nosso país viajaria naquele horário. 

Veja abaixo o vídeo que mostra o exato momento da explosão que matou dezenas de pessoas:

#Terrorismo