O mundo de sonhos da Disney vive um dos seus piores pesadelos. Um garoto de dois anos teria sido devorado por um dos jacarés de um dos parques do império Disney. O caso aconteceu no Complexo Hoteleiro de Orlando, no estado da Flórida, nos Estados Unidos. O estado recentemente foi alvo de um ataque de terror. Um homem matou 49 pessoas em uma boate voltada ao público homossexual. 

A criança de dois anos estava com o pai, a mãe e uma irmã de quatro anos no local. A família viu quando o garotinho foi capturado no local. Eles não teriam visto o animal engolir a criança, mas provavelmente isso teria ocorrido. De acordo com autoridades locais, o garoto estava brincando perto do lago, quando o jacaré se sentiu intimidado e o capturou.

Publicidade
Publicidade

O pai, desesperado, tentou em vão lutar com o bicho, arriscando a própria vida atrás da criança. A família é americana, mas não teve o nome divulgado. A mãe do garoto entrou desesperada na água em busca do bebê. 

A Disney disse que seus funcionários estão devastados e à procura do garoto. No entanto, um xerife local disse que as chances de encontrar a criança viva são praticamente nulas. De acordo com informações do 'The New York Times', pelo menos quatro jacarés já foram mortos. Eles teriam passado por perícia para ver se teriam comido o garoto. Os animais precisaram ser sacrificados, o que irritou entidades protetoras dos animais. 

"Já pegamos quatro jacarés e analisamos, mas não encontramos evidências de que estariam envolvidos no caso. Foi necessário sacrificá-los para fazer a análise", disse um dos homens que está envolvido na investigação policial que chamou a atenção dos Estados Unidos e do mundo.

Publicidade

É a primeira vez que um animal da Disney teria matado uma criança. 

Helicópteros de diversas emissoras sobrevoaram o lado na tentativa de encontrar o corpo do garoto boiando, mas não foi possível achar o cadáver. Os animais são alimentados com carne frequentemente. 

Veja abaixo uma reportagem em vídeo sobre o caso. Atenção, o material está em inglês e é de uma emissora de televisão local:

#Crime #Investigação Criminal