Um caso com grande repercussão em todo o mundo teve reviravolta durante a investigação policial. Um rapaz conhecido como Youtuber teria forjado um #Crime contra ele mesmo para ter seus acessos aumentados. A informação foi publicada nesta quarta-feira, 29, pelo site G1. O americano em questão é Calum McSwiggan. Ele agora vai ter que responder à Polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos. Os peritos constataram que ele bateu na própria cabeça com um telefone para inventar um crime de homofobia. 

A comoção em torno do caso começou na sexta-feira, 28, quando o rapaz postou uma selfie do rosto machucado diretamente do hospital.

Publicidade
Publicidade

Na publicação, ele revela que apanhou por ser homossexual. A imagem causou enorme comoção nas redes sociais, em especial no Instagram. A foto mostra as feridas aparentes e um curativo bem na testa, o que fez a maioria das pessoas não suspeitar de que ele estaria inventando tudo para aparecer. 

O jovem em questão é famoso na internet por conta vídeos sobre temas LGBT. O youtuber disse que estava numa boate voltado ao público homossexual, quando foi agredido por três homens, que não aceitariam o fato dele revelar em público a sua sexualidade e o "barulho" que faz por conta dos vídeos. O jovem afirmou que teve três dentes quebrados, Além disso, ele teria levado  seis pontos na testa. Por conta do relato, a popularidade do youtuber cresceu ainda mais. O post da suposta agressão teve milhares de curtidas e compartilhamentos. 

Em entrevista ao site da revista 'Variety', a Polícia americana revelou que tudo foi uma grande mentira.

Publicidade

O rapaz, na verdade, acabou preso por vandalismo. Imagens mostrando ele quebrando um carro foram divulgadas. Ele foi preso e policias mostram que na foto da prisão o youtuber não tinham qualquer machucado aparente, diferente do que foi parar nas redes sociais. 

Policiais ainda afirmam que policiais viram o momento que o garoto, já preso, começou a bater nele mesmo com um gancho e um telefone público. Ele foi levado ao hospital depois de se machucar. Lá, ele inventou toda a história. Ninguém soube explicar, no entanto, quem teria feito as imagens e as divulgado nas redes sociais, já que o rapaz foi levado como prisioneiro ao centro hospitalar.  #Investigação Criminal