Desde que foi lançado essa semana nos Estados Unidos, o jogo para smartphone Pokémon Go se tornou uma grande sensação. Subindo ao topo da lista entre os aplicativos iOS, o jogo leva o usuário a andar livremente por sua cidade à procura de Pokémons e equipamentos especiais nos chamados "Pokéspots", que são lugares específicos no mundo real onde os itens podem ser achados.

Foi reportado que um usuário acabou localizando um corpo enquanto jogava o game. Shayla Wiggins, de 19 anos, que mora em Rivertown, Louisiana, estava jogando Pokémon Go nesta sexta-feira, 8 de julho, por volta das oito da manhã, quando quando saiu de casa, andando por sua vizinhança na tentativa de capturar um Pokémon "natural de fontes hídricas".

Publicidade
Publicidade

Então ela pulou uma cerca, pretendendo chegar mais perto da margem de um rio. 

A adolescente conta que, ao se aproximar do rio, conseguiu avistar algo na água. "Eu tive que olhar uma segunda vez pra perceber que era mesmo um corpo", contou Wiggins. "A figura estava flutuando a uns três metros da costa e parecia ser um homem não muito grande".

A jovem entrou em contato com a polícia local. "Eu contei que achava que era um homem nativo, mas não tinha certeza". Ela viu que ele usava camisa e calças pretas. O corpo estava boiando de costas, com a cabeça, pernas e braços submersos na água.

"Eu não sabia exatamente o que fazer de inicio, mas eu liguei para o 911 imediatamente e eles chegaram bem depressa", disse ela. As autoridades foram ao encontro de Shayla, e ela os guiou até o local. 

Shayla, que passava a temporada de verão em um campo de trailers com a mãe, conta que, naquele momento, ficou muito temerosa sem saber o que teria acontecido à vitima.

Publicidade

"Eu estava muito assustada e até chorei por um tempo". 

A polícia acha que o cadáver esteve no rio por cerca de 24 horas, e que a #Morte aparenta ter sido causada por afogamento acidental. "Nada aponta para um crime neste caso. Evidências na cena levam os investigadores a pensar que o homem teria entrado na água", contou o xerife John Shilts. #Jogos #Celular