A polícia alemã confirmou neste sábado, dia 23, que o atirador que deixou nove mortos e 27 feridos em Munique na última sexta-feira, dia 22, não tinha ligações terroristas com o Estado Islâmico ou com outros grupos radicais.

De acordo com informações das autoridades, o autor do ataque tinha 18 anos e tinha dupla cidadania, sendo alemão e iraniano. Investigações indicam que o assassino tinha problemas psicológicos e fascinação por atiradores autores de ataques em massa.

A polícia também investigou as redes sociais do autor dos disparos e descobriu que ele convidou pessoas de sua rede de contato para irem ao restaurante McDonalds, onde iniciou o tiroteio.

Publicidade
Publicidade

Entre as vítimas estavam seis homens e três mulheres, sendo seis menores de idade.

Em declarações emitidas no sábado, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, lamentou o atentado e afirmou que o governo está tomando medidas urgentes para garantir a segurança da população local. “Nós partilhamos sua dor, estamos pensando em vocês e sofrendo com vocês”, disse a governante, descrevendo o ocorrido como “uma noite de horror”. #Terrorismo #Europa #Ataque Terrorista