Depois de um #Ataque terrorista onde um caminhão atropelou e matou mais de 84 pessoas em Nice (França), na quinta-feira (14), na comemoração do Dia da Bastilha, uma família pediu ajuda pelo Facebook para encontrar um bebê de oito meses que em meio ao pânico do atentado teria se perdido.

Felizmente uma família encontrou o Bebê ileso e o levou pra casa. Parentes e amigos publicaram uma foto do bebê e deram características para que as pessoas pudessem identificar o "menino pequeno perdido na multidão em um carrinho cor azul".

Publicidade
Publicidade

A jovem que encontrou o bebê viu a publicação e entrou em contato com a família para informar que estava com criança, segundo informou uma amiga da família, interrogada nessa sexta-feira pela AFP.

“Encontrado!”, escreveu um parente da família por volta de 23h30 (20h30 de Brasília), agradecendo a todos que ajudaram a tentar localizar a criança e a todos que enviaram mensagens de apoio.

Depois do ataque o que mais se via na rede social eram pessoas desesperadas em busca de informação de parentes e amigos que não encontravam.

O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, afirmou que 84 pessoas morreram e 18 estão em estado de "emergência absoluta", considerado muito grave.

Publicidade

O presidente francês, François Hollande considerou isso como um ataque terrorista e disse que irá intensificar o estado de alerta por mais três meses, além de intensificar as operações na Síria e no Iraque.

A procuradoria francesa abriu uma investigação para apurar se foi mesmo um ataque terrorista. Caso se confirme, será o terceiro caso em apenas um ano.

Motorista morto

O Ministério do Interior francês confirmou que o motorista foi morto. Foi confirmado também que o caminhão estava cheio de armas de fogo.

O jornal "Nice Matin" disse em nota que um dos seus repórteres estava no local e relatou o desespero das pessoas correndo para todos os lados. Ninguém sabia o que fazer. Várias pessoas entraram no mar para se proteger por que não sabiam se era um acidente ou um atentado.

Testemunhas disseram que a polícia atirou várias vezes contra o motorista na tentativa de parar o veículo.

O governo ainda não divulgou o nome do motorista do caminhão, e apenas confirmou que se tratava de um franco-tunisiano de 31 anos, morador de Nice.

Publicidade

Boatos

Autoridades da França pediram que as pessoas não divulguem informações não-oficiais, depois que foram divulgados boatos de que haveriam supostos reféns em um restaurante e um hotel em Nice, além de um incêndio na Torre Eiffel. Todos esses boatos foram desmentidos. #Terrorismo #Europa