O cachorro de estimação da família de Didakar Raita, que vive na Vila de Sebekapur, distrito de Gajapadi, na Índia, surpreendeu a todos os moradores daquela localidade. Num ato de fidelidade e "coragem", o animal deu a sua própria vida para salvar os seus donos.

Conforme as informações apuradas pelo Jornal Metro, que veiculou a reportagem, repercutida em todo o mundo, o animal entrou em uma guerra sangrenta com quatro cobras venenosas que iriam entrar na casa da família.

O cachorro de raça Doberman pertencia à família desde filhote e durante a "luta" com as cobras, conseguiu matar as quatro venenosas. No entanto, poucos minutos depois, veio a óbito, devido à quantidade de veneno ingerida no corpo do animal por meio de picadas.

Publicidade
Publicidade

Ainda segundo as informações, o cachorro teria sido encontrado somente no dia seguinte, pelos donos, que ficaram desesperados ao vê-lo naquela situação. Próximo ao corpo do cão foram encontradas também as cobras mortas.

Emocionado, o dono da cachorro comentou sobre o ocorrido: “Estou chocado. Ele fez o sacrifício extremo para mim e para minha família. Eu vou lembrar dele até nossa morte. Peço a Deus – que sua alma descanse em paz”, disse.

Os moradores da localidade indiana realizaram uma procissão fúnebre antes de sepultar o corpo do animal, e coroas de flores foram colocadas próximo ao corpo.

Outro caso

Outro caso que mostrou fidelidade animal e repercutiu bastante aconteceu em junho de 2015 quando um cão-guia se atirou em frente a um ônibus para salvar a sua dona que era cega.

Assim como o Doberman, esse caso virou notícia em todo o mundo.

Publicidade

Era uma manhã de segunda-feira, em Brewster, Nova York, quando a deficiente visual Audrey Stone, de 62 anos, passeava sendo guiada pelo seu cachorro, quando ao se aproximar para atravessar a rua, se deparam com o veículo, momento em que ao percebê-lo, o animal se coloca em frente à sua dona, conforme afirmaram testemunhas.

No entanto, cão e dona chegaram a ser atingidos, e foram socorridos ao Hospital, mas felizmente em seguida receberam alta. Diante do ato de fidelidade, o animal recebeu o título de “herói”.

Leia também:

Exame confirma morte de brasileira após atentado em Nice

Aluno morre em sala de aula durante sessão de bullying homofóbico #Animais