Na noite de domingo (17), as autoridades francesas confirmaram  a morte da carioca Elizabeth Cristina de Assis Ribeiro. Ela foi umas das pessoas atingidas pelo caminhão que deixou mais de 80 mortes em Nice, França, na última quinta-feira(14).

Elizabeth Cristina de Assis Ribeiro estava desaparecida desde o dia do ocorrido. A identificação do corpo foi realizado através de exame de DNA. Elizabeth morava na Suíça com o marido e as três filhas. Ela foi com a família para o balneário francês para ver a queima de fogos da comemoração da Festa da Bastilha. Umas das filhas do casal também foi morta no atentado, Kayla Ribeiro, de 6 anos.

Publicidade
Publicidade

O marido e as outras duas filhas do casal sobreviveram.

Elizabeth Cristina de Assis Ribeiro

Elizabeth nasceu em Olaria, zona norte do Rio de Janeiro, e morava há mais desde 1998 anos na Suíça. No país, ela teve três filhas.

Elizabeth foi para a França com a família ver a Eurocopa. De férias, resolveram ir até Nice curtir o versão europeu.

Na hora do atentado, o marido Silyan conseguiu salvar as duas filhas mais novas, Elizabeth e Kayla foram atropeladas sem conseguir escapar. Kayla morreu no local e Elizabeth foi levada a um hospital.

 Além de Elizabeth, outros dois brasileiros foram atropelados, Anderson Happel, de 24 anos, que foi atingido pelo parachoque do caminhão, mas felizmente está fora de perigo, e Ana Lourdes Montalverne, de 63 anos,  que teve traumatismo craniano, mas está em recuperação.

Publicidade

O atentado

Na quinta-Feira (14), na cidade Nice, ocorreu um atentado terrorista em que mais de 80 pessoas foram mortas e mais de 200 pessoas ficaram feridas. O alvo desse ataque foi a comemoração do dia da Bastilha, feriado nacional do país. Esse ocorrido é o segundo maior atentado na França, só ficando atrás do ocorrido em novembro em Paris.

O ataque foi realizado através de um caminhão, em que o autor Mohamed Lahouaiej Bouhlel atropelou várias pessoas deixando mortos e feridos no local.

O autor do ataque era morador da cidade Nice, seus documentos foram encontrados dentro do veículo. #Estado Islâmico #Ataque Terrorista #PrayForNice