Portugal figura como um dos países mais seguros do mundo, o que o torna um excelente destino para turistas de vários nacionalidades, que gostariam de conhecer a cultura, as cidades históricas e a gastronomia do país. Para facilitar esse acesso já existe um sistema de passagem rápida destinado aos visitantes oriundos de países membros da #União Europeia.

A novidade é que a partir de julho de 2016, além dos cidadãos portugueses e dos demais europeus da UE, os brasileiros também poderão usufruir dessa comodidade.

Como funciona o sistema de passagem rápida em aeroportos

Anteriormente à nova medida, os cidadãos fora da comunidade europeia, como no caso de brasileiros, eram submetidos à verificação de documentação e dados informativos, como reservas de hotéis e cartas convite, mas isso muda com as  novas medidas.

Publicidade
Publicidade

Além de facilitar o processo de liberação na entrada via aeroportos de Portugal, o procedimento não terá interação humana durante a consulta imigratória.

Os viajantes que apresentarem passaporte do Brasil, serão liberados a partir de leitura eletrônica desses documentos, o conhecido "Sistema Rapid", iniciais de Reconhecimento Automático de Passageiros Identificados. O Brasil está na lista dos três países das Américas que terão esse novo procedimento, sendo o único entre os sul-americanos. Os EUA e o Canadá também estão agora inseridos nesse processo de identificação português.

Países da Ásia e Oceania

A #Imigração portuguesa, por meio da diretora do (SEF), Luísa Maia Gonçalves, informou que além de nacionalidades isentas de visto, países como Nova Zelândia, Austrália, Japão, Coreia do Sul e Singapura poderão ter adaptados seus documentos e respectiva consulta com a base de dados por meio de cruzamento com certificação técnica internacional, somando-se à lista agora composta por nove nações fora no bloco europeu.

Publicidade

Informações importantes sobre processos de regularização internacional 

Conheça as novas regras para revalidação de certificados e diplomas estrangeiros, acessando aqui o texto completo.

Saiba mais sobre o processo de entrada nos Estados Unidos, lendo o artigo na íntegra.

Gostou do artigo? O que achou do novo procedimento adotado pela imigração em aeroportos portugueses? Deixe seu comentário e sugestões de novas matérias. #Europa