As autoridades alemãs finamente conseguiram resolver o desaparecimento de Peggy, uma menina que tinha 9 anos e que tinha desaparecido há 15 anos. Como informa o site “Notícias ao Minuto”, foi graças a uma pessoa que estava apanhando cogumelos, que os restos mortais da menina conseguiram ser finalmente localizados. A polícia acredita que o corpo da “Maddie” alemã, depois da menina ter sido assassinada, pode ter sido enterrado e só anos mais tarde desenterrado por animais. Com a descoberta do corpo de uma forma surpreendente, um dos crimes mais midiáticos na Alemanha é encerrado de uma forma macabra.

Comparada muitas vezes com Maddie McCann, especialmente por causa da semelhança física e da forma misteriosa como ambas desapareceram, sem deixar rasto, Peggy  Knobloch esteve desaparecida durante 15 anos e só agora os seus pais conseguiram finalmente perceber o que de macabro aconteceu à sua filha.

Apesar de um homem ter admitido que cometeu o #Crime em 2002, a verdade é que o suspeito mais tarde garantiu que tinha mentido e as autoridades continuam ainda sem ter a certeza de quem foi o autor do crime.

Publicidade
Publicidade

Como informa o jornal “Metro”, vários testes de DNA estão ainda sendo realizados e as autoridades esperam que com a descoberta do corpo da menina possam surgir novas pistas que possibilitem finalmente identificar o responsável por esse crime que chocou a Alemanha durante muitos anos, tal como aconteceu em Portugal e no Reino Unido com Maddie McCann.

Contudo, se o corpo de Peggy foi finalmente encontrado, a verdade é que também, passados quase dez anos, não há nenhuma pista para que o corpo de Maddie seja encontrado, apesar das buscas intensas por parte das autoridades inglesas e portuguesas durante os últimos anos. Quanto à “Maddie” alemã, e depois das buscas terem envolvido vários países, incluindo a Turquia e a República Checa, a verdade é que o corpo apareceu a pouca distância do local em que as autoridades acreditam que Peggy foi raptada, assassinada e depois enterrada, permanecendo debaixo da terra durante muitos anos.

Publicidade

#Europa #Investigação Criminal