A bíblia sagrada, principal livro que conta a #História da humanidade pela ótica religiosa, e é citada como uma bússola para uma vida segundo a vontade de Deus, conta também a história de homens e mulheres que vieram antes de nós.

Guerreiros, sábios, servos, escravos, reis, rainhas, sacerdotes, ricos, pobres, doentes e mais uma infinidade de escalas e níveis sociais, todos tem espaço na bíblia. Mas, e quando o assunto é homossexualismo? Será que tem espaço para gays na bíblia?

Ao longo de centenas de anos, estudiosos tentam traçar o perfil de alguns personagens bíblicos, afim de entender o que pensavam, como se comportavam e quais os seus hábitos.

Publicidade
Publicidade

Nos dias de hoje, dois personagens são famosos pela amizade que mantinham, o que acabou gerando o entendimento de que poderiam supostamente manter uma relação homossexual. Entenda.

Davi e Jônatas

Davi foi o segundo rei de Israel, responsável por alguns livros da bíblia, inclusive o livre de Salmos.

Foi pai de Salomão, o maior Rei que israel já teve, e mais sábio homem que pisou na terra, segundo o próprio livro sagrado.

Davi era músico e compositor, mas seu talento com as mulheres era fora de série, todos o admiravam por sua coragem e bravura, no entanto, Davi manteve uma amizade questionável com Jônatas, filho do rei Saul. A bíblia fala que eles se amavam com um amor semelhante ao de um homem por uma mulher.

"Angustiado estou por ti, meu irmão Jônatas; quão amabilíssimo me eras! Mais maravilhoso me era o teu amor do que o amor das mulheres. 2 Samuel 1.26"

Esse texto abriu um precedente enorme para que teólogos formasse teorias de que Davi e Jônatas mantinham algum tipo de relacionamento sexual.

Publicidade

Por outro lado, alguns estudiosos mais conservadores defendem que os jovens amigos eram nada mais que isso, amigos íntimos, que partilhavam de uma amizade intensa, devido aos laços que os uniram. Jônatas protegia Davi da ira de seu pai Saul, e essa proteção gerou uma cumplicidade, o que também gerou um sentimento de gratidão da parte de Davi, e nada mais.

Para as duas teorias, a bíblia oferece respaldo, cabe ao leitor escolher de que lado ele quer ficar. #Religião #Homofobia