Uma mulher estadunidense encontrou um cadáver enquanto 'caçava' com o novo aplicativo Pokémon GO - o jogo de realidade aumentada da famosa série da Nintendo para iPhone e Android, que teve seu lançamento suspenso para o restante do mundo onde não está disponível, incluindo o Brasil.

A garota de dezenove anos, Shayla Wiggins, de Wyoming, nos Estados Unidos, achou que ia encontrar um Pokémon em uma fonte de água natural, mas em vez disso encontrou o cadáver de um homem. Aqui, em tradução livre, o que disse aos jornalistas de Country 10:

"Eu estava andando em direção à ponte ao longo da costa quando eu vi algo na água. Eu tive que dar uma segunda olhada e percebi que era o corpo de um ser humano."

Shayla está passando seu verão em um camping, junto com a sua mãe, e disse que precisou subir sobre uma cerca para chegar ao Pokemon mostrado no mapa do seu celular.

Publicidade
Publicidade

"O que eu vi foi muito chocante", disse. "Eu realmente não sabia o que fazer em primeiro lugar. Mas liguei para o 911 (número da polícia nos Estados Unidos) e imediatamente chegaram os policiais para verificar." O corpo foi encontrado no Big Wind River, sob a ponte da estrada estrada 789, em Wyoming.

O departamento de polícia local diz que não há nenhuma prova de homicídio ou que alguém esteja envolvido na morte do homem. Em um comunicado do Xerife do Gabinete do Condado de Fremont, se lê:  "A morte parece ser acidental, possivelmente, por afogamento. Não há nenhuma evidência neste momento que poderia indicar homicídio." Evidências localizadas no local onde foi encontrado o cadáver, levaram os pesquisadores a acreditar que o homem entrou na água e morreu onde foi encontrado."

Pokémon GO

O videogame chegou em países como Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos no início de julho, e usuários de outros países conseguiram baixar o aplicativo, porém o sinal do GPS e os dados foram bloqueados pela produtora, por conta da sobrecarga dos servidores.

Publicidade

A produtora do aplicativo para o sistema Android e iOS, a Nian, anunciou a suspensão do lançamento oficial em outros países, para justamente resolver a questão dos servidores. Numa entrevista ao site Business Insider, o diretor da empresa, John Hanke, garantiu que todos na empresa estão trabalhando para resolver o problema, mas que não podem dar uma previsão concreta. #Entretenimento #Curiosidades #Jogos