O 'Rei do Pop' Michael Jackson morreu há seis anos. No entanto, isso não faz com que crimes que ele supostamente teria cometido continuem a vir à tona. Na semana passada, o médico do astro, que é um dos acusados por sua morte, chegou a dizer que ele queria ter relações com Emma Watson, atriz de 'Harry Potter', quando ela ainda tinha onze anos de idade. Nesta quarta-feira, 20, foi a vez do ator Macaulay Culkin, conhecido por ter feito o filme 'Esqueceram de Mim', ter revelado que foi molestado sexualmente pelo 'Rei do Pop'. Ele chegou a negar os atos no passado, mas dessa vez abriu o jogo em uma polêmica entrevista. 

O assunto caiu como uma bomba na imprensa americana.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a revista que publicou a revelação, de origem mexicana, Macaulay teria dito que os abusos fizeram com que ele entrasse no mundo das drogas. Isso também teria prejudicado sua carreira artística. O ator já foi visto diversas vezes com uma aparência não muito saudável. De acordo com o profissional dos filmes americanos, não foi só um único abuso sexual, mas sim vários. “Michael molestou-me muitas vezes, uma vez, na casa dos meus pais mesmo enquanto eles dormiam. Então eu caí em drogas", disse ele espantando a todos. 

Michael Jackson chegou a responder por processos milionários por conta de acusações de pedofilia. Concretamente, nunca nada realmente foi provado contra ele. Mas o jeito excêntrico e estranho do 'Rei do Pop' é confirmado por todos que viviam à sua volta. Ele decidiu até construir um parque de diversões em sua casa, onde recebia diversas crianças.

Publicidade

Muitas delas dormiam na casa de Jackson. A fixação por crianças dele era tão grande que o sucesso da apresentadora Maria da Graça Xuxa Meneghel fez com que ele a chamasse para passar alguns dias em sua casa.

No encontro, o cantor fez uma proposta indecente para a 'Rainha dos Baixinhos', dizendo que queria se casar com ela. A revelação foi feita pela própria Xuxa durante uma entrevista ao 'Fantástico', da TV Globo. A hoje contratada da TV Record negou o convite  #Crime #Investigação Criminal