Os números envolvendo mágica sempre são calorosamente aguardados em qualquer espetáculo. Não importa se o público é composto por adultos ou crianças, todos ficam boquiabertos ao presenciarem algo, aparentemente, impossível acontecer bem à frente dos seus olhos.

A plateia fica extasiada. É algo tão fantástico que, apesar do medo, muitas pessoas, pelo mundo afora, até se arriscam a participar de algum truque apenas para sentirem-se envoltas naquele mundo de fantasias.

Durante as apresentações, estupefato, o público se entrega. A confiança depositada na figura do mágico é tanta que, raramente, alguém cogita a possibilidade de, efetivamente, alguma coisa sair errada.

Publicidade
Publicidade

Impressionadas, a maioria das pessoas acredita cegamente naquele ‘profissional’.

Foi o que aconteceu com a apresentadora de um programa de #Televisão exibido todas as manhãs, na Polônia.Marzena Rogalska resolveu entrevistar um semifinalista do programa ‘PolandGotTalent’ e, obviamente, não perdeu a oportunidade de pedir ao mesmo que apresentasse algum truque para os seus telespectadores.

O que ela não esperava era participar diretamente da apresentação como assistente de palco do pseudo mágico. E, menos ainda, que algo pudesse sair do controle ou que sua segurança pudesse sofrer alguma espécie de risco. Porém, foi justamente o oposto que aconteceu.

O convidado resolveu realizar um número envolvendo quatro sacos de papel e um prego. Três sacos permaneceriam vazios e, em apenas um deles, estaria o prego.

Publicidade

O segredo estava justamente em desvendar quais sacos estariam livres do objeto perfurante, uma vez que a busca seria feita a partir de um empurrão com a palma da mão aberta sobre cada saco.

Ele amassa o primeiro saco e nada acontece. Mas, quando a apresentadora confia em dar-lhe a mão para amassar o segundo saco, a cara de dor denuncia o fatídico erro. O saco não estava vazio e (pasmem) o prego atravessou sua mão. Uau!

Resultado: o programa, que era transmitido ao vivo, foi retirado do ar e a apresentadora, embora passe bem, ficou com a mão imobilizada. Lição: aventure-se em participar de qualquer coisa na sua vida apenas se não houver riscos a sua integridade física. Afinal, confiar cegamente em algo ou em alguém nunca foi boa escolha. Fica a dica.

#EUA