A condenação aconteceu nessa última quarta-feira (6). #Lionel Messi, craque do Barcelona e da seleção de futebol da Argentina, junto do seu pai Jorge, foram condenados a pagarem 21 meses de prisão por terem cometido fraude fiscal. A informação foi dada pelo jornal “El Periódico” da Catalunha. Além da condenação, Messi também terá que pagar algo em torno de 2 milhões de euros (R$ 7,3 milhões), em forma de multa para o fisco espanhol.

O julgamento aconteceu porque o atacante do Barcelona teria sonegado uma grande quantia de dinheiro, algo por volta de 4 milhões de euros (R$ 14,6 milhões) nos anos de 2007, 2008 e 2009, em direitos de imagem.

Publicidade
Publicidade

Segundo o fisco espanhol, Messi, juntamente com o seu pai Jorge, ocultaram impostos e criaram empresas de ‘fachada’ fora da Espanha, mais especificamente em países como a Suiça, a Grã-Bretanha, o Uruguai e o Belize.

No entanto, por ser uma pessoa que nunca se envolveu com problemas na #Justiça, Messi ainda pode reverter essa situação e optar por trocar a situação de passar muitos meses atrás das grades por pagar uma quantia considerável ao fisco espanhol. Segundo a justiça da Espanha, isso seria uma espécie de ‘troca’ que substituiria o seu período de detenção.

Outros dois astros do Barcelona, Neymar e Daniel Alves, também podem sofrer condenação parecida da justiça espanhola. Outro jogador catalão, Mascherano, também já foi condenado pelo fisco e precisou  lidar com os problemas na justiça daquele país.

Publicidade

Através de uma nota, o Futebol Clube do Barcelona lamentou que isso esteja acontecendo com alguns dos seus jogadores, no entanto, também lamentou o episódio acontecido com o seu principal astro, o Messi: “O #FC Barcelona expressa todo o seu apoio a Leo Messi e seu pai, - conta a nota divulgada pelo clube recentemente – em relação à condenação por fraude fiscal que lhes foi ordenada pela Audiência Provincial de Barcelona.”, contou.

O time catalão ainda afirmou que o seu atleta, Messi, não tem mais nenhum problema com a justiça espanhola, já que, de acordo com a nota, o jogador já teria regularizado a sua situação com a Agência Tributária espanhola.